Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 29 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

TWA 800: FBI quis esconder relatório


Do Diário do Grande ABC

09/05/1999 | 17:16


O FBI tentou fazer desaparecer um relatório que em janeiro de 1997 concluía que a explosao em vôo de um Boeing 747 da TWA deveu-se a um acidente técnico e nao a um atentado, informa na ediçao de sábado o jornal The Washington Post.

Os investigadores do FBI, convencidos de que se tratava de um ato terrorista, haviam considerado objeto de ``repreensao e nao profissional'' o informe de 24 páginas do Departamento de Alcool, Armas de Fogo e Tabaco (ATF).

Finalmente, em novembro de 1997, o FBI aceitou as conclusoes do informe, que nunca foi divulgado publicamente: a tragédia deveu-se à explosao acidental do depósito principal de combustível do aviao.

O aparelho explodiu em vôo dia 17 de julho de 1997 pouco depois de partir do aeroporto nova-iorquino rumo a Paris, causando a morte das 230 pessoas a bordo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

TWA 800: FBI quis esconder relatório

Do Diário do Grande ABC

09/05/1999 | 17:16


O FBI tentou fazer desaparecer um relatório que em janeiro de 1997 concluía que a explosao em vôo de um Boeing 747 da TWA deveu-se a um acidente técnico e nao a um atentado, informa na ediçao de sábado o jornal The Washington Post.

Os investigadores do FBI, convencidos de que se tratava de um ato terrorista, haviam considerado objeto de ``repreensao e nao profissional'' o informe de 24 páginas do Departamento de Alcool, Armas de Fogo e Tabaco (ATF).

Finalmente, em novembro de 1997, o FBI aceitou as conclusoes do informe, que nunca foi divulgado publicamente: a tragédia deveu-se à explosao acidental do depósito principal de combustível do aviao.

O aparelho explodiu em vôo dia 17 de julho de 1997 pouco depois de partir do aeroporto nova-iorquino rumo a Paris, causando a morte das 230 pessoas a bordo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;