Fechar
Publicidade

Domingo, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Médicos dão morfina a Terri Schiavo para evitar dores


Do Diário OnLine
Com Agências

27/03/2005 | 21:23


A americana Terri Schiavo, que vive em estado vegetativo há 15 anos, está recebendo doses de morfina para aliviar sua dor. Ela está sem comida e sem água há nove dias, desde que seus tubos de alimentação e hidratação foram desligados por determinação da Justiça, que atendeu a um pedido de seu marido, Michael Schiavo.

Segundo informações da rede CNN, os médicos que cuidam de Terri não acreditam que ela vá sobreviver até a próxima sexta-feira. O advogado da família de Terri, David Gibbs, confirmou que ela está morrendo rapidamente sem alimentos e bebida.

No sábado, o Supremo Tribunal da Flórida negou o último recurso para que os tubos de alimentação e hidratação de Terri fossem religados. O governador da Flórida, Jeb Bush, reconheceu neste domingo que não pode ajudar no caso. "Eu não posso violar uma ordem judicial", disse. "Eu adoraria (ajudar), mas eu não posso", acrescentou Jeb.

Os tubos de Terri foram retirados a pedido de Michael Schiavo, segundo quem a mulher não queria ser mantida viva artificialmente. Os pais da paciente já recorreram a todas as instâncias legais dos Estados Unidos, mas em todos os casos tiveram negado o recurso para que os tubos fossem religados.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Médicos dão morfina a Terri Schiavo para evitar dores

Do Diário OnLine
Com Agências

27/03/2005 | 21:23


A americana Terri Schiavo, que vive em estado vegetativo há 15 anos, está recebendo doses de morfina para aliviar sua dor. Ela está sem comida e sem água há nove dias, desde que seus tubos de alimentação e hidratação foram desligados por determinação da Justiça, que atendeu a um pedido de seu marido, Michael Schiavo.

Segundo informações da rede CNN, os médicos que cuidam de Terri não acreditam que ela vá sobreviver até a próxima sexta-feira. O advogado da família de Terri, David Gibbs, confirmou que ela está morrendo rapidamente sem alimentos e bebida.

No sábado, o Supremo Tribunal da Flórida negou o último recurso para que os tubos de alimentação e hidratação de Terri fossem religados. O governador da Flórida, Jeb Bush, reconheceu neste domingo que não pode ajudar no caso. "Eu não posso violar uma ordem judicial", disse. "Eu adoraria (ajudar), mas eu não posso", acrescentou Jeb.

Os tubos de Terri foram retirados a pedido de Michael Schiavo, segundo quem a mulher não queria ser mantida viva artificialmente. Os pais da paciente já recorreram a todas as instâncias legais dos Estados Unidos, mas em todos os casos tiveram negado o recurso para que os tubos fossem religados.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;