Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 3 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Grupo de 63 ex-espioes retorna à Coréia do Norte


Do Diário do Grande ABC

02/09/2000 | 13:20


Um grupo de 63 ex-espioes norte-coreanos, que passaram até 45 anos presos na Coréia do Sul, retornaram neste sábado à Coréia do Norte numa nova manifestaçao de boas relaçoes entre os regimes rivais.

O grupo cruzou a fronteira pelo povoado de Panmunjom, na zona desmilitarizada, devido a um acordo entre os dirigentes dos dois países na histórica cúpula de junho passado.

Os 63 ex-detidos agradeceram a seus acompanhantes sul-coreanos antes de cruzarem a linha de demarcaçao, uns a pé, outros em cadeira de rodas, rumo ao Norte, onde uma comitiva triunfal lhes esperava.

Os repatriados, a maioria com mais de 70 anos, cumpriram penas de 15 a 45 anos de prisao na Coréia do Sul por espionagem e atividades subversivas, por se negarem a trair a causa da Coréia do Norte.

A maioria dos ex-espioes foi libertada com a chegada ao poder do ex-opositor sul-coreano Kim Dae-Jung, em fevereiro de 1998. A Anistia Internacional e outras organizaçoes de defesa dos direitos humanos pressionaram Seul para a libertaçao.

Entre as 63 pessoas libertadas está Kim Sun-Myung, 76 anos, que chegou a ser o preso político mais velho do mundo antes de ser libertado. Kim, que passou 45 anos detido, foi preso por espionagem depois da Guerra da Coréia (1950-53).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;