Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

PM procura maníaco que corta nádegas de mulheres em MG


Do Diário OnLine

07/06/2002 | 14:35


Um grupo da Polícia Militar está procurando um homem acusado de cortar, com um objeto pontiagudo, as nádegas de seis mulheres que andavam na região central de Belo Horizonte, a capital de Minas Gerais.

A assistente social Olcimar Cavalcante, uma das primeiras atacadas, afirmou que, há duas semanas, ela andava nas proximidades da Praça Sete, no centro de BH, quando sentiu um corte em suas nádegas.

Ela viu um jovem de cor negra e de aproximadamente 1,80 metro de altura sair correndo no meio da multidão.

Este não é o primeiro caso de uma pessoa que perfura mulheres nas ruas de cidades de Minas Gerais.

Em 1999, na cidade de Montes Claros, o açougueiro Gilberto Fernandes Claro cortou as nádegas de algumas mulheres. Ele foi preso, mas libertado em seguida.

Depois de alguns meses, na cidade de Esmeraldas, ele estuprou uma menina de nove anos, sendo novamente preso.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

PM procura maníaco que corta nádegas de mulheres em MG

Do Diário OnLine

07/06/2002 | 14:35


Um grupo da Polícia Militar está procurando um homem acusado de cortar, com um objeto pontiagudo, as nádegas de seis mulheres que andavam na região central de Belo Horizonte, a capital de Minas Gerais.

A assistente social Olcimar Cavalcante, uma das primeiras atacadas, afirmou que, há duas semanas, ela andava nas proximidades da Praça Sete, no centro de BH, quando sentiu um corte em suas nádegas.

Ela viu um jovem de cor negra e de aproximadamente 1,80 metro de altura sair correndo no meio da multidão.

Este não é o primeiro caso de uma pessoa que perfura mulheres nas ruas de cidades de Minas Gerais.

Em 1999, na cidade de Montes Claros, o açougueiro Gilberto Fernandes Claro cortou as nádegas de algumas mulheres. Ele foi preso, mas libertado em seguida.

Depois de alguns meses, na cidade de Esmeraldas, ele estuprou uma menina de nove anos, sendo novamente preso.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;