Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 24 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

No Peru, Humala tem vantagem parcial de apenas 0,18%



06/06/2011 | 01:06


O nacionalista Ollanta Humala apresenta vantagem muito pequena sobre a candidata de direita, Keiko Fujimori, 50,09% contra 49,91%, com 75% dos votos apurados nas eleições presidenciais peruanas, de acordo com o primeiro resultado oficial divulgado no início da madrugada de hoje pela chefe do processo eleitoral, Magdalena Chu. A funcionária começou sua apresentação de resultados esclarecendo que eles "correspondem principalmente às zonas urbanas, a Lima metropolitana e às capitais dos departamentos (Estados)". As estimativas já haviam antecipado que Keiko obteria mais votos nas zonas urbanas, enquanto que o setor rural, cuja maior parte dos votos ainda não foi apurada, deveria favorecer o esquerdista Humala. Quatro projeções sobre os resultados das eleições presidenciais deste domingo indicaram que Humala deverá superar Keiko por entre 2 e 2,4 pontos porcentuais, um resultado irreversível, segundo analistas. As informações são da Dow Jones.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

No Peru, Humala tem vantagem parcial de apenas 0,18%


06/06/2011 | 01:06


O nacionalista Ollanta Humala apresenta vantagem muito pequena sobre a candidata de direita, Keiko Fujimori, 50,09% contra 49,91%, com 75% dos votos apurados nas eleições presidenciais peruanas, de acordo com o primeiro resultado oficial divulgado no início da madrugada de hoje pela chefe do processo eleitoral, Magdalena Chu. A funcionária começou sua apresentação de resultados esclarecendo que eles "correspondem principalmente às zonas urbanas, a Lima metropolitana e às capitais dos departamentos (Estados)". As estimativas já haviam antecipado que Keiko obteria mais votos nas zonas urbanas, enquanto que o setor rural, cuja maior parte dos votos ainda não foi apurada, deveria favorecer o esquerdista Humala. Quatro projeções sobre os resultados das eleições presidenciais deste domingo indicaram que Humala deverá superar Keiko por entre 2 e 2,4 pontos porcentuais, um resultado irreversível, segundo analistas. As informações são da Dow Jones.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;