Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Chiclete com Banana causa engarrafamento monstro na Anchieta


Luciele Velluto
Especial para o Diário

06/06/2005 | 07:55


Quem tentou chegar no Riacho Grande no domingo entre 12h e 16h enfrentou um engarrafamento monstro na Anchieta. O motorista demorava uma hora para percorrer um percurso de cerca de cinco quilômetros, a partir do Km 24 da rodovia, sentido litoral. O trânsito continuava na estrada Velha do Mar, com mais quatro quilômetros de morosidade até a entrada da casa de shows Estância Alto da Serra, com pelo menos meia hora de espera. O motivo de tanto congestionamento: a apresentação da banda baiana Chiclete com Banana.

O Estância vendeu 13,5 mil convites para o show e esperava cerca de 4 mil carros. Boa parte dos motoristas que se dirigia ao Riacho Grande para uma tarde de lazer à beira da represa Billings não sabia a causa do congestionamento e desistiu do passeio. Os motoristas escapavam do trânsito pela saída do Km 25 da Anchieta, que dá acesso ao bairro Terra Nova II, ou pelo retorno no Km 28, no Areião.

O motorista Daniel Perreira Sampaio, morador do bairro Assunção, em São Bernardo, desistiu de visitar a mãe que mora no Riacho Grande. “Demoro 10 minutos para chegar da minha casa até a casa dela. Já estou aqui há pelo menos 30. Desisto”, dizia. Ivani Fogaça também voltou para trás e deixou de ir a uma pousada na Estrada Velha do Mar.

O mesmo não puderam fazer os comerciantes Antonio Garcia Lopes e Terezinha de Jesus Santos, que moram no Riacho. “Estamos há mais de uma hora na fila. Eu acordei à 1h para trabalhar, estou cansado, com fome e não consigo chegar em casa. De um ano para cá, sempre que tem show é essa porcaria”, reclama Lopes.

Para tentar diminuir o trânsito na via Anchieta, a Polícia Rodoviária fez alterações no tráfego dentro do Riacho Grande. Os motoristas eram obrigados a subir por mais um quarteirão até a rua Rio Acima para depois retornar e pegar a Estrada Velha.

Por causa do show, 180 policiais militares e rodoviários foram convocados para coibir arrastões. Na Anchieta, havia patrulhamento feito por motos para evitar roubos. Já a venda de bebidas alcoólicas nas estradas não foi contida. A Polícia Militar Rodoviária apenas advertia os vendedores ambulantes, mas não evitava o consumo de álcool pelos motoristas.

Segundo o tenente da Polícia Rodoviária, Marcos da Silva Negrino, o engarrafamento se deve à falta de estrutura da Estrada Velha do Mar, que tem pistas simples. Em fevereiro, a Ecovias, concessionária que administra o sistema Anchieta/Imigrantes, anunciou que em julho começará as obras da nova alça de acesso do Riacho Grande para desafogar o trânsito da região. A conclusão da obra, orçada em R$ 20 milhões, está prevista para dezembro de 2006.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Chiclete com Banana causa engarrafamento monstro na Anchieta

Luciele Velluto
Especial para o Diário

06/06/2005 | 07:55


Quem tentou chegar no Riacho Grande no domingo entre 12h e 16h enfrentou um engarrafamento monstro na Anchieta. O motorista demorava uma hora para percorrer um percurso de cerca de cinco quilômetros, a partir do Km 24 da rodovia, sentido litoral. O trânsito continuava na estrada Velha do Mar, com mais quatro quilômetros de morosidade até a entrada da casa de shows Estância Alto da Serra, com pelo menos meia hora de espera. O motivo de tanto congestionamento: a apresentação da banda baiana Chiclete com Banana.

O Estância vendeu 13,5 mil convites para o show e esperava cerca de 4 mil carros. Boa parte dos motoristas que se dirigia ao Riacho Grande para uma tarde de lazer à beira da represa Billings não sabia a causa do congestionamento e desistiu do passeio. Os motoristas escapavam do trânsito pela saída do Km 25 da Anchieta, que dá acesso ao bairro Terra Nova II, ou pelo retorno no Km 28, no Areião.

O motorista Daniel Perreira Sampaio, morador do bairro Assunção, em São Bernardo, desistiu de visitar a mãe que mora no Riacho Grande. “Demoro 10 minutos para chegar da minha casa até a casa dela. Já estou aqui há pelo menos 30. Desisto”, dizia. Ivani Fogaça também voltou para trás e deixou de ir a uma pousada na Estrada Velha do Mar.

O mesmo não puderam fazer os comerciantes Antonio Garcia Lopes e Terezinha de Jesus Santos, que moram no Riacho. “Estamos há mais de uma hora na fila. Eu acordei à 1h para trabalhar, estou cansado, com fome e não consigo chegar em casa. De um ano para cá, sempre que tem show é essa porcaria”, reclama Lopes.

Para tentar diminuir o trânsito na via Anchieta, a Polícia Rodoviária fez alterações no tráfego dentro do Riacho Grande. Os motoristas eram obrigados a subir por mais um quarteirão até a rua Rio Acima para depois retornar e pegar a Estrada Velha.

Por causa do show, 180 policiais militares e rodoviários foram convocados para coibir arrastões. Na Anchieta, havia patrulhamento feito por motos para evitar roubos. Já a venda de bebidas alcoólicas nas estradas não foi contida. A Polícia Militar Rodoviária apenas advertia os vendedores ambulantes, mas não evitava o consumo de álcool pelos motoristas.

Segundo o tenente da Polícia Rodoviária, Marcos da Silva Negrino, o engarrafamento se deve à falta de estrutura da Estrada Velha do Mar, que tem pistas simples. Em fevereiro, a Ecovias, concessionária que administra o sistema Anchieta/Imigrantes, anunciou que em julho começará as obras da nova alça de acesso do Riacho Grande para desafogar o trânsito da região. A conclusão da obra, orçada em R$ 20 milhões, está prevista para dezembro de 2006.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;