Fechar
Publicidade

Sábado, 28 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Santo André inaugura neste sábado centro profissionalizante


Teresa Pimenta
Do Diário do Grande ABC

25/11/2005 | 08:16


Representantes do governo federal estarão em Santo André neste sábado para a inauguração de um CPFP (Centro Público de Formação Profissional) que recebeu o nome de um comunista histórico: João Amazonas. Estarão presentes o presidente da Câmara dos Deputados, Aldo Rebelo (PC do B-SP), o ministro do Trabalho, Luiz Marinho, e o presidente da ANP (Agência Nacional do Petróleo), Haroldo Lima. A cerimônia, marcada para as 10h, vai contar também com a viúva do líder comunista, Ediria Carneiro Amazonas.

O novo CPFP fica no bairro Capuava e terá caráter diferente dos outros cinco já existentes na cidade e que oferecem formação para adultos e jovens a partir de 16 anos. Segundo Antonio Balbino, diretor do departamento de Educação do Trabalhador, da Secretaria de Educação e Formação Profissional, o centro servirá como laboratório para testar cursos dirigidos a diversos segmentos da economia. "Os centros oferecem cursos de acordo com a demanda do mercado de trabalho. Fazemos estudos sobre a tendência de crescimento da economia para determinar quais as áreas que terão melhor possibilidade de geração de emprego e renda", explicou.

Os cursos básicos do CPFP Capuava serão nas áreas de mecânica de automóveis e audiovisual, com vagas para mil alunos. O primeiro centro foi criado em 1997 e formou 49 pessoas. Freqüentaram as aulas desde então, até outubro deste ano, mais de 54 mil jovens. Segundo Balbino, cerca de 40% deles devem ter sido inseridos no mercado de trabalho formal ou são autônomos. "Teremos um levantamento completo apenas no fim deste ano", afirmou. "Chegamos à média de 40% por meio de amostragem nos diversos centros e cursos". Há duas modalidades de formação oferecida pelos CPFPs: os aflabetizados cursam três anos e saem com diploma reconhecido do ensimo médio; quem tem o ensimo fundamental cursa um ano.

Amazonas – O jornalista João Amazonas, que dá nome ao CPFP, foi um dos principais dirigentes comunistas do país. Nasceu em 1912, em Belém (PA), e morreu aos 90 anos, em 2002, em São Paulo. Ingressou no PCB (chamado de Partidão) em 1935 e acompanhou a legenda enquanto esteve banida no país. Em 1962, junto ao outros companheiros, fundou o PC do B ao qual foi fiel até o fim. Quando morreu, era presidente de honra do partido. Foi exilado e permaneceu fora do país entre 1976 e 1979, retornando com a anistia.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;