Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Estado irá custear viaduto em Mauá


Do Diário do Grande ABC

16/11/2005 | 08:18


Financeiramente, a grande obra do próximo ano em Mauá será o Viaduto Capuava, a ser custeado pela Secretaria de Estado dos Transportes para desafogar o trânsito do bairro Capuava, do complexo Petroquímico e das imediações, além de permitir escoamento para o futuro Trecho Sul do Rodoanel.

Sozinho, o custo da primeira fase das obras do viaduto, cerca de R$ 15 milhões, supera o montante destinado no Orçamento de 2006 para o setor. A Prefeitura pretende encaminhar em breve os valores da obra à Secretaria estadual de Transportes.

A previsão é de que o Complexo Viário de Capuava, do qual o viaduto faz parte, esteja pronto em janeiro de 2008, dois anos após o início das obras. No total, as obras do complexo devem custar no mínimo mais R$ 10 milhões. "Acho que menos de R$ 25 milhões não fica", calcula Admir Jacomussi, secretário municipal de Obras.

Em comparação aos R$ 11,2 milhões previstos no Orçamento deste ano, a área de obras terá R$ 13,2 milhões, pouco menos de R$ 2 milhões em relação a este ano. Em linhas gerais, as ações da Prefeitura serão pulverizadas entre obras de pavimentação, recapeamento e drenagem, iluminação, canalização de córregos e construção e reformas de pontes e passarelas.

Em segundo lugar em número de investimentos, vêm obras de canalização, para as quais estão destinados cerca de R$ 4 milhões. A secretaria de Obras também espera terminar em 2006 todos os ginásios poliesportivos da cidade, além de construir duas Emeis (Escola Municipal de Educação Infantil), em Itaussu e no Jardim Esperança.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Estado irá custear viaduto em Mauá

Do Diário do Grande ABC

16/11/2005 | 08:18


Financeiramente, a grande obra do próximo ano em Mauá será o Viaduto Capuava, a ser custeado pela Secretaria de Estado dos Transportes para desafogar o trânsito do bairro Capuava, do complexo Petroquímico e das imediações, além de permitir escoamento para o futuro Trecho Sul do Rodoanel.

Sozinho, o custo da primeira fase das obras do viaduto, cerca de R$ 15 milhões, supera o montante destinado no Orçamento de 2006 para o setor. A Prefeitura pretende encaminhar em breve os valores da obra à Secretaria estadual de Transportes.

A previsão é de que o Complexo Viário de Capuava, do qual o viaduto faz parte, esteja pronto em janeiro de 2008, dois anos após o início das obras. No total, as obras do complexo devem custar no mínimo mais R$ 10 milhões. "Acho que menos de R$ 25 milhões não fica", calcula Admir Jacomussi, secretário municipal de Obras.

Em comparação aos R$ 11,2 milhões previstos no Orçamento deste ano, a área de obras terá R$ 13,2 milhões, pouco menos de R$ 2 milhões em relação a este ano. Em linhas gerais, as ações da Prefeitura serão pulverizadas entre obras de pavimentação, recapeamento e drenagem, iluminação, canalização de córregos e construção e reformas de pontes e passarelas.

Em segundo lugar em número de investimentos, vêm obras de canalização, para as quais estão destinados cerca de R$ 4 milhões. A secretaria de Obras também espera terminar em 2006 todos os ginásios poliesportivos da cidade, além de construir duas Emeis (Escola Municipal de Educação Infantil), em Itaussu e no Jardim Esperança.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;