Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 14 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Kassab convida Márcio Chaves a entrar no PSD

Andréa Iseki/Arquivo DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Petista se reuniu com mandatário da sigla no sábado; pré-candidato ao Paço mauaense, Volpi estava no encontro


Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

15/09/2015 | 07:51


O presidente nacional do PSD e atual ministro das Cidades, Gilberto Kassab, convidou o ex-vice-prefeito de Mauá Márcio Chaves (PT) a entrar para o partido e disputar a eleição do ano que vem, em candidatura ainda a ser definida. No sábado, o petista se encontrou com o pessedista em famosa cafeteria da Capital. O ex-prefeito de Ribeirão Pires e pré-candidato ao Paço mauaense, Clóvis Volpi (PSDB) também estava no local.

Na reunião com Kassab, Márcio teria manifestado interesse em voltar a disputar vaga na Câmara no pleito de 2016 – foi vereador entre 1989 e 1992 –, mas a participação de Volpi no encontro também sugeriu possível composição com o tucano como vice na corrida pela sucessão de Donisete.

A possível troca dependerá, no entanto, de conversa entre a cúpula do PSD e o vereador Manoel Lopes (DEM), cuja filha, Bianca Donatiello Lopes, preside o diretório do PSD mauaense.
Na quinta-feira, o Diário mostrou que Márcio está de saída do PT. Cauteloso, o ex-vice de Oswaldo Dias (PT) nega veementemente os planos de deixar o partido, já que ainda não bateu o martelo acerca do futuro político.

Fontes ouvidas pelo Diário afirmaram que o possível ingresso no PSD foi visto com bons olhos por Márcio, uma vez que a legenda, em nível nacional, segue aliada ao governo petista de Dilma Rousseff, o que causaria menor impacto no petismo mauaense se a troca se concretizasse. “As conversas (com outros partidos) existem, mas volto a afirmar que não pensei seriamente em deixar ou não o PT”, reforçou o ex-vice-prefeito, que na semana passada já havia admitido ter ensaiado ingresso no PSB, PTdoB, e PTB, mas que, segundo o petista, se tratavam de “conversas de porta de padaria”.

FLERTE
Preterido do protagonismo no diretório do PT de Mauá, Márcio Chaves também estaria negociando possível ingresso no governo do prefeito Donisete Braga (PT), seu afilhado político. O ex-vice-prefeito foi convidado a integrar a equipe do petista no início da gestão, mas recusou. Desta vez, a investida do governo teria como objetivo amarrar todos os apoios possíveis para o projeto de manutenção do PT no Paço, pois a não definição pelo Congresso Nacional sobre possível janela partidária (prazo temporário para parlamentares trocarem de partido rumo à eleição sem perder o mandato) ainda segue emperrando as conversas sobre futuras alianças.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Kassab convida Márcio Chaves a entrar no PSD

Petista se reuniu com mandatário da sigla no sábado; pré-candidato ao Paço mauaense, Volpi estava no encontro

Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

15/09/2015 | 07:51


O presidente nacional do PSD e atual ministro das Cidades, Gilberto Kassab, convidou o ex-vice-prefeito de Mauá Márcio Chaves (PT) a entrar para o partido e disputar a eleição do ano que vem, em candidatura ainda a ser definida. No sábado, o petista se encontrou com o pessedista em famosa cafeteria da Capital. O ex-prefeito de Ribeirão Pires e pré-candidato ao Paço mauaense, Clóvis Volpi (PSDB) também estava no local.

Na reunião com Kassab, Márcio teria manifestado interesse em voltar a disputar vaga na Câmara no pleito de 2016 – foi vereador entre 1989 e 1992 –, mas a participação de Volpi no encontro também sugeriu possível composição com o tucano como vice na corrida pela sucessão de Donisete.

A possível troca dependerá, no entanto, de conversa entre a cúpula do PSD e o vereador Manoel Lopes (DEM), cuja filha, Bianca Donatiello Lopes, preside o diretório do PSD mauaense.
Na quinta-feira, o Diário mostrou que Márcio está de saída do PT. Cauteloso, o ex-vice de Oswaldo Dias (PT) nega veementemente os planos de deixar o partido, já que ainda não bateu o martelo acerca do futuro político.

Fontes ouvidas pelo Diário afirmaram que o possível ingresso no PSD foi visto com bons olhos por Márcio, uma vez que a legenda, em nível nacional, segue aliada ao governo petista de Dilma Rousseff, o que causaria menor impacto no petismo mauaense se a troca se concretizasse. “As conversas (com outros partidos) existem, mas volto a afirmar que não pensei seriamente em deixar ou não o PT”, reforçou o ex-vice-prefeito, que na semana passada já havia admitido ter ensaiado ingresso no PSB, PTdoB, e PTB, mas que, segundo o petista, se tratavam de “conversas de porta de padaria”.

FLERTE
Preterido do protagonismo no diretório do PT de Mauá, Márcio Chaves também estaria negociando possível ingresso no governo do prefeito Donisete Braga (PT), seu afilhado político. O ex-vice-prefeito foi convidado a integrar a equipe do petista no início da gestão, mas recusou. Desta vez, a investida do governo teria como objetivo amarrar todos os apoios possíveis para o projeto de manutenção do PT no Paço, pois a não definição pelo Congresso Nacional sobre possível janela partidária (prazo temporário para parlamentares trocarem de partido rumo à eleição sem perder o mandato) ainda segue emperrando as conversas sobre futuras alianças.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;