Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 15 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Santo André tem a fórmula da vitória para encarar o Grêmio


Nelson Cilo
Do Diário do Grande ABC

14/09/2005 | 08:49


Pelo menos na teoria, o Santo André já tem a fórmula para encarar o Grêmio, sexta-feira, às 20h30, no Bruno Daniel, na abertura da segunda fase da Série B do Campeonato Brasileiro. O técnico Sérgio Soares exercitou a habitual gritaria no treino tático desta terça, na Estância Santa Luzia, em Mauá, para mostrar aos jogadores como é que se deve superar o desafio inicial na reta decisiva da Segundona. Sobraram críticas e elogios à movimentação e ao desempenho do time. "Sempre explico a eles (atletas) que o primeiro item no futebol é marcar direito. Se você pega firme no combate, é natural que tenha mais facilidade para atacar na boa, sem atropelos. É assim que gente pode abrir espaços e criar as condições adequadas. É na inteligência que você consegue buscar os gols naturalmente", constata.

Nem o frio intenso e a chuvinha persistente impediram que todos – titulares ou suplentes – pegassem pesado no trabalho. O gramado estava escorredio demais. De repente, o centroavante Daniel caiu e se contorceu em dores, mas tudo não passou de um susto. Pouco depois, o volante Marquinhos Bolacha bateu o joelho, rolou no chão e saiu mais cedo. O massagista Maurício socorreu-o depressa. "Não é nada, estou bem", jurava Marquinhos, uma das importantes opções no quadrado, ao lado de Ramalho, Sidnei e Marco Antônio, para pressionar o Grêmio no duríssimo duelo de sexta-feira.

Sérgio Soares é de orientar na base do barulho, mas exige que os comandados também falem, troquem idéias, nunca se calem. Tanto é que o meia Marco Antônio e o ala Alexandre aproveitaram um dos intervalos para analisar as melhores alternativas. Careca e Maxsandro, que se recuperam de contusões, corriam na pista. Ramalho disparava na esquerda ou na direita.

O chefe não parava de destacar a persistência de Ramalho e Sidnei na rotatividade. Queria que Sandro Gaúcho bloqueasse os beques. Que o lateral-direito Pará brecasse os avanços do ala esquerdo André Luiz. "É desse jeito que eu quero", observou Sérgio Soares, que ainda cobrava constantes inversões dos atacantes Sandro Gaúcho e Rodrigão. "É preciso roubar (a bola) e explorar a velocidade na hora certa. É fundamental que se tenha equilíbrio", ensinava o treinador, que aguarda o relatório do departamento médico para confirmar a equipe. Maxsandro, Careca, Dedimar e Rafinha serão submetidos a novos testes. Já o diretor de Futebol Sérgio do Prado avisou que o artilheiro Rodrigão – interessava ao Flamengo e outros grandes – continua no Santo André até o fim da Série B. Os companheiros comemoraram a permanência do badalado namorado de Hortência.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;