Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Primeiro presídio federal será construído em Campo Grande


Do Diário OnLine

14/05/2003 | 13:29


O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, informou nesta quarta-feira que o primeiro presídio federal será construído em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. O terreno onde a unidade será erguida já foi cedido pelo governo estadual.

Durante encontro com secretários de Justiça, o ministro negou que faltem leis no Brasil para combater a violência. Segundo ele, o país está sofrendo por uma "crise institucional".

O ministro também criticou a mudança na proposta que trata do endurecimento do regime disciplinar de presos ligados ao crime organizado. O projeto, aprovado na Câmara, sofreu alterações durante sua tramitação no Senado. Bastos pediu que a proposta original seja a aprovada no Congresso.

Nesta quarta, o ministro segue assina o acordo no Rio de Janeiro que vai integrar o Estado ao Sistema Único de Segurança (SUS). Segundo ele, o novo modelo de segurança será "bom para o Estado e ruim para o crime organizado".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Primeiro presídio federal será construído em Campo Grande

Do Diário OnLine

14/05/2003 | 13:29


O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, informou nesta quarta-feira que o primeiro presídio federal será construído em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. O terreno onde a unidade será erguida já foi cedido pelo governo estadual.

Durante encontro com secretários de Justiça, o ministro negou que faltem leis no Brasil para combater a violência. Segundo ele, o país está sofrendo por uma "crise institucional".

O ministro também criticou a mudança na proposta que trata do endurecimento do regime disciplinar de presos ligados ao crime organizado. O projeto, aprovado na Câmara, sofreu alterações durante sua tramitação no Senado. Bastos pediu que a proposta original seja a aprovada no Congresso.

Nesta quarta, o ministro segue assina o acordo no Rio de Janeiro que vai integrar o Estado ao Sistema Único de Segurança (SUS). Segundo ele, o novo modelo de segurança será "bom para o Estado e ruim para o crime organizado".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;