Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 15 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Teclado portátil que fala permitirá aos cegos fazer anotações


Da AFP

06/12/2006 | 12:24


Um grupo japonês apresentou nesta quarta-feira em Tóquio em teclaro portátil que permite aos cegos fazer anotações mediante um sistema de síntese vocal de sílabas e caracteres registrados durante a composição do texto.

Este teclado, criado por três pesquisadores do grupo eletrônico Yazaki, se distingue dos modelos existentes porque pode ser utilizado independentemente de um computador e não possui teclas com inscrições em braile. "Seu modo de registro se baseia numa combinação de apenas seis teclas", explicou um de seus criadores, Tadashi Iwata, que é cego.

"Primeiro se escolhe o tipo de escrita mediante as teclas de função: caracteres romanos, japoneses e chineses. Depois se apóia em uma ou simultaneamente em duas, três, quatro, cinco ou seis teclas por cada caractere", continuou, acrescentando que a máquina confirma vocalmente a letra ou o fonema marcado.

A todo momento é possível fazer com que a máquina repita o texto que foi escrito e que é armazenado num cartão de memória para poder ser transferido depois para um computador e enviado por correio eletrônico.

Este aparato, que pesa 500 gramas e mede 20cm X 10 cm, tem integrado também uma função de walkman MP3. A invenção deverá ser comercializada no primeiro semestre de 2008 a um valor de 200.000 ienes (1.250 euros).


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Teclado portátil que fala permitirá aos cegos fazer anotações

Da AFP

06/12/2006 | 12:24


Um grupo japonês apresentou nesta quarta-feira em Tóquio em teclaro portátil que permite aos cegos fazer anotações mediante um sistema de síntese vocal de sílabas e caracteres registrados durante a composição do texto.

Este teclado, criado por três pesquisadores do grupo eletrônico Yazaki, se distingue dos modelos existentes porque pode ser utilizado independentemente de um computador e não possui teclas com inscrições em braile. "Seu modo de registro se baseia numa combinação de apenas seis teclas", explicou um de seus criadores, Tadashi Iwata, que é cego.

"Primeiro se escolhe o tipo de escrita mediante as teclas de função: caracteres romanos, japoneses e chineses. Depois se apóia em uma ou simultaneamente em duas, três, quatro, cinco ou seis teclas por cada caractere", continuou, acrescentando que a máquina confirma vocalmente a letra ou o fonema marcado.

A todo momento é possível fazer com que a máquina repita o texto que foi escrito e que é armazenado num cartão de memória para poder ser transferido depois para um computador e enviado por correio eletrônico.

Este aparato, que pesa 500 gramas e mede 20cm X 10 cm, tem integrado também uma função de walkman MP3. A invenção deverá ser comercializada no primeiro semestre de 2008 a um valor de 200.000 ienes (1.250 euros).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;