Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 3 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Músicos entram em 2001 gravando CD


Gislaine Gutierre
Do Diário do Grande ABC

30/12/2000 | 16:27


Enquanto a maioria das pessoas celebra a virada do ano, do século e do milênio, os músicos Kléber Albuquerque, Élio Camalle, Luiz Gayotto e Madan se preparam para entrar em estúdio. Pouco depois da meia-noite, eles prometem começar a gravar um novo CD, em Sao Paulo, com a participaçao de um público de cerca de 50 pessoas.

O andreense Kléber Albuquerque, mentor da idéia, diz que a intençao é nao só celebrar a memorável data, mas também fazer um registro que o grupo considera histórico. Por isso, a gravadora Dabliú (que tem contrato com os quatro e que vai lançar este novo álbum) entrou em contato com o Guiness Book.

"Nao sei se vamos figurar no Livro dos Recordes, mas, se for o caso, creio que um representante deles estará no show para confirmar a informaçao", diz Kléber.

O título provisório para o novo trabalho é Umdoumdoum. "Significa que é a primeira gravaçao da primeira hora do primeiro dia do novo ano, século e milênio", argumenta. Esse mesmo nome, aliás, foi dado à temporada de shows que o quarteto fez durante todo o mês de dezembro no KVA Pub, em Sao Paulo.

Foi de lá, também, que saiu a lista dos convidados (eles pegaram convites ao longo da temporada). O espetáculo do KVA Pub será ainda a base do novo CD. Portanto, a formaçao terá três violonistas e um percussionista (Gayotto).

Cada músico gravará quatro composiçoes próprias, das quais uma inédita. "Em cerca de 70% do CD vamos tocar e cantar juntos", avisa Kléber.

O público ficará o tempo todo - pouco menos de uma hora e meia - em estúdio. "Nao será exatamente um show ao vivo, mas uma gravaçao com testemunhas", brinca Kléber. Por isso, todos os ruídos serao captados. "Até barulho de fogos de artifício está valendo (risos)".

A festa da virada, porém, estará fora da sala de gravaçao. "O estúdio XRBM é um prédio da década de 50, muito grande, e tem espaço suficiente para esse tipo de evento", comenta o músico. Pouco depois da meia-noite, "assim que passar a euforia", como define Kléber, os músicos entrarao em estúdio. Após a gravaçao, a festa continua sob o comando de um DJ, sem hora para acabar.

Kléber Albuquerque deve gravar as cançoes Espera, Vigília, A Chave Certa, Manjedoura e também Isopor, como música extra. Na seleçao de Gayotto, devem constar, por exemplo, O Teu Poder, @ Solidao e Supernova (em parceria com Kléber); na de Madan, Londrix, Vôo, Solidao e Deus (parceria com Arnaldo Antunes). Por fim, na de Élio Camalle, Mambembe e Cabeça, entre outras. A previsao é de que o CD seja lançado em março de 2001.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;