Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Ainda não, secretário

A última vez que alguém sentou na cadeira de prefeito antes da hora teve de amargar derrota e a vergonha de


Do Diário do Grande ABC

06/09/2011 | 00:00


A última vez que alguém sentou na cadeira de prefeito antes da hora teve de amargar derrota e a vergonha de ter se antecipado. O episódio do passado envolvendo Fernando Henrique Cardoso, que viu Jânio Quadros dedetizar a cadeira assim que assumiu a prefeitura de São Paulo parece não ser conhecido por um prefeiturável da região. Ontem, o secretário de Obras de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão (PSDB), pré-candidato governista à sucessão de Adler Kiko Teixeira (PSDB), no ano que vem, demonstrou um pouco de ansiedade para o fim do processo eleitoral. Foi durante reunião do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC. Os prefeitos da região receberam, na sede da entidade, o secretário estadual de Desenvolvimento Metropolitano, Edson Aparecido (PSDB), para tratar de obras programadas no Grande ABC, como o Metrô Leve. O secretário, então - que, dizem, já se considera prefeito eleito - tentou entrar na sala. O resultado foi o esperado: recebeu uma porta fechada. Sem graça, teve de esperar do lado de fora para saber o que os chefes do Executivos debateram. Se ainda nem começou a campanha, já está ansioso assim, imagine nos próximos meses...

Homenagem póstuma

O jornalista Fausto Polesi, fundador do Diário, que morreu no dia 24, será homenageado na Câmara de São Bernardo. O vereador Admir Ferro (PSDB) teve projeto de sua autoria aprovado pelo Legislativo, propondo o título de cidadão sãobernardense in memorian a Polesi. A entrega à família será no dia 26, em sessão solene na Câmara.

Ainda bem que não é agora

O deputado federal Vicente Paulo da Silva, o Vicentinho (PT-São Bernardo), respirou aliviado com a decisão do partido, durante congresso no fim de semana, que a legenda irá autorizar apenas três mandatos consecutivos, mas somente a partir de 2014. O petista está na Câmara desde 2003, quando foi eleito pela primeira vez. Se valesse já, Vicentinho não poderia mais buscar outro mandato. Teria de, obrigatoriamente, mudar de Parlamento. Mas ainda tem tempo...

Público e privado

Quem vai dizer para o presidente da Câmara de São Caetano, Sidnei Bezerra da Silva, o Sidão (PSB), que não é permitido utilizar meios ligados ao mandato para falar de assuntos partidários? Na semana passada, ele participou de evento de filiação simbólica de vereadores da Capital ao PSD. E a divulgação ocorreu com e-mail da Câmara. Só falta dizer que ele foi a São Paulo com carro oficial...



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;