Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 22 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

S.Bernardo inicia recuperação do Cooperativa


Sergio Kapustan
Do Diário do Grande ABC

06/05/2005 | 13:43


A Prefeitura de São Bernardo promete iniciar segunda-feira uma série de intervenções estratégicas na infra-estrutura do Parque Industrial Imigrantes, no bairro Cooperativa, às margens da Rodovia dos Imigrantes. O projeto, batizado de Plano de Ação Integrada do Cooperativa, começa com o trabalho de limpeza e pavimentação de vias públicas, remoção de entulhos, recomposição de calçadas e retirada de barracos, sem prazo de conclusão.

O Parque é o principal pólo industrial do município, com 258 empresas, 100 delas indústrias, ocupa área de 5 km² – um terço do território do São Caetano, que é de 15 km² – e tem população estimada em 22 mil habitantes. Abriga hoje o pátio de estacionamento da DaimlerChrysler, proprietária da marca Mercedes-Benz, uma unidade da Química Basf e a indústria de artefatos de borracha Silibor, entre outras indústrias.

A última grande intervenção da Prefeitura no bairro foi no período de 1997 a 1999, quando realizou obras de asfaltamento de vias pública, comunicações e transporte.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Fernando Longo, informa que até o final do mês a Prefeitura inicia também as obras na rede de iluminação pública, com troca de lâmpadas e remoção de postes, e do novo traçado viário, com a duplicação de avenidas e abertura de novas vias. “O traçado viário será uma obra complexa porque depende de estudos e projetos que estão em andamento, mas a nossa expectativa é de concluir tudo em 18 meses, pois as obras não dependem de licitação”. A Prefeitura também vai ampliar a rede de água e esgoto por meio de acordo com a Sabesp, substituindo os postos artesianos.

A íntegra do plano de revitalização do complexo industrial será apresentado às empresas pelo prefeito William Dib (PSB) quarta-feira, em reunião na Prefeitura. “O prefeito vai ouvir a posição dos empresários junto com o seu secretariado. Nossa posição é aceitar sugestões, desde que tenham bases orçamentária”, adianta Longo.

Segurança – Maior pólo industrial do município, o Parque Imigrantes sofre com a falta de infra-estrutura e segurança. Várias empresas já foram assaltadas e os empresários preocupam-se ainda com a intenção de o governo do Estado em contruir um CDP (Centro de Detenção Provisória).

Para resolver os problemas, o prefeito Dib criou uma força-tarefa – equipe de secretários e técnicos –, que realizou estudos nas áreas de segurança, água, saneamento, iluminação, moradia, comunicações e transportes coletivo.

Parte das ações destinadas ao Parque Industrial integra o programa de transporte urbano que prevê investimentos do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) para realizar série de melhorias na malha viária do município. “O bairro Cooperativa é uma região nobre por sua importância industrial. É nossa intenção dar padrão digno ao bairro como um todo, beneficiando os atuais e futuros condôminos, além da população que reside lá”, destaca Longo.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

S.Bernardo inicia recuperação do Cooperativa

Sergio Kapustan
Do Diário do Grande ABC

06/05/2005 | 13:43


A Prefeitura de São Bernardo promete iniciar segunda-feira uma série de intervenções estratégicas na infra-estrutura do Parque Industrial Imigrantes, no bairro Cooperativa, às margens da Rodovia dos Imigrantes. O projeto, batizado de Plano de Ação Integrada do Cooperativa, começa com o trabalho de limpeza e pavimentação de vias públicas, remoção de entulhos, recomposição de calçadas e retirada de barracos, sem prazo de conclusão.

O Parque é o principal pólo industrial do município, com 258 empresas, 100 delas indústrias, ocupa área de 5 km² – um terço do território do São Caetano, que é de 15 km² – e tem população estimada em 22 mil habitantes. Abriga hoje o pátio de estacionamento da DaimlerChrysler, proprietária da marca Mercedes-Benz, uma unidade da Química Basf e a indústria de artefatos de borracha Silibor, entre outras indústrias.

A última grande intervenção da Prefeitura no bairro foi no período de 1997 a 1999, quando realizou obras de asfaltamento de vias pública, comunicações e transporte.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Fernando Longo, informa que até o final do mês a Prefeitura inicia também as obras na rede de iluminação pública, com troca de lâmpadas e remoção de postes, e do novo traçado viário, com a duplicação de avenidas e abertura de novas vias. “O traçado viário será uma obra complexa porque depende de estudos e projetos que estão em andamento, mas a nossa expectativa é de concluir tudo em 18 meses, pois as obras não dependem de licitação”. A Prefeitura também vai ampliar a rede de água e esgoto por meio de acordo com a Sabesp, substituindo os postos artesianos.

A íntegra do plano de revitalização do complexo industrial será apresentado às empresas pelo prefeito William Dib (PSB) quarta-feira, em reunião na Prefeitura. “O prefeito vai ouvir a posição dos empresários junto com o seu secretariado. Nossa posição é aceitar sugestões, desde que tenham bases orçamentária”, adianta Longo.

Segurança – Maior pólo industrial do município, o Parque Imigrantes sofre com a falta de infra-estrutura e segurança. Várias empresas já foram assaltadas e os empresários preocupam-se ainda com a intenção de o governo do Estado em contruir um CDP (Centro de Detenção Provisória).

Para resolver os problemas, o prefeito Dib criou uma força-tarefa – equipe de secretários e técnicos –, que realizou estudos nas áreas de segurança, água, saneamento, iluminação, moradia, comunicações e transportes coletivo.

Parte das ações destinadas ao Parque Industrial integra o programa de transporte urbano que prevê investimentos do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) para realizar série de melhorias na malha viária do município. “O bairro Cooperativa é uma região nobre por sua importância industrial. É nossa intenção dar padrão digno ao bairro como um todo, beneficiando os atuais e futuros condôminos, além da população que reside lá”, destaca Longo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;