Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Metrô demite 220 funcionários em SP


Do Diário OnLine

14/10/2003 | 11:21


A Companhia do Metropolitano (Metrô) demitiu na segunda-feira 220 funcionários em São Paulo. Quase todos os dispensados eram aposentados e estavam no setor administrativo. A empresa justificou a medida como uma forma de “rejuvenescer” seu quadro de funcionários, mas o Sindicato dos Metroviários de São Paulo alerta que os postos de trabalho fechados não serão reabertos.

O Sindicato informou ainda que fará uma assembléia, nesta terça à noite, para definir como vai protestar contra as demissões. Segundo a categoria, algumas das pessoas demitidas estavam prestes a pedir suas aposentadorias.

As demissões devem gerar uma economia de R$ 2 milhões por mês para o Metrô, que possui um quadro de 8 mil pessoas. Apesar disto, a companhia negou que elas tenham relação com o reajuste salarial conseguido pelos funcionários neste ano, após uma série de paralisações.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Metrô demite 220 funcionários em SP

Do Diário OnLine

14/10/2003 | 11:21


A Companhia do Metropolitano (Metrô) demitiu na segunda-feira 220 funcionários em São Paulo. Quase todos os dispensados eram aposentados e estavam no setor administrativo. A empresa justificou a medida como uma forma de “rejuvenescer” seu quadro de funcionários, mas o Sindicato dos Metroviários de São Paulo alerta que os postos de trabalho fechados não serão reabertos.

O Sindicato informou ainda que fará uma assembléia, nesta terça à noite, para definir como vai protestar contra as demissões. Segundo a categoria, algumas das pessoas demitidas estavam prestes a pedir suas aposentadorias.

As demissões devem gerar uma economia de R$ 2 milhões por mês para o Metrô, que possui um quadro de 8 mil pessoas. Apesar disto, a companhia negou que elas tenham relação com o reajuste salarial conseguido pelos funcionários neste ano, após uma série de paralisações.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;