Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Candidatíssimo, declara Bozzella sobre Demarchi

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Presidente estadual do PSL afasta boatos e afirma que Morando está ‘preocupadíssimo’ com pré-campanha


Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

30/07/2020 | 00:01


O presidente estadual do PSL, deputado federal Junior Bozzella, entrou em ação para afastar boatos que começaram a circular no meio político de São Bernardo a respeito de uma possível retirada da pré-candidatura do vereador Rafael Demarchi (PSL) à Prefeitura. “Rafael Demarchi é candidatíssimo”, assegurou o dirigente.

“É tão candidato que até contratamos uma equipe de marketing, com marqueteiro renomado”, emendou o parlamentar, creditando ao prefeito Orlando Morando (PSDB), que tentará a reeleição, a disseminação da informação inverídica. “(Este boato) É coisa do atual prefeito da cidade, Orlando Morando, que está preocupadíssimo. Tenho certeza que Rafael Demarchi sairá vencedor do pleito para a Prefeitura de São Bernardo”, sustentou.

Demarchi está no segundo mandato de vereador. Foi candidato a deputado federal em 2014 (recebeu 31,5 mil votos) e, neste ano, buscará pela primeira vez a principal cadeira do Executivo. Em sua pré-campanha, busca se alocar como terceira via, atrás de eleitores que estão descontentes com o trabalho de Morando e que não querem o retorno do ex-prefeito Luiz Marinho (PT), pré-candidato do petismo neste ano. Ele também visa aproveitar vácuo que tende a ser deixado pelo deputado federal Alex Manente (Cidadania), que depois de duas décadas de rivalidade está próximo de anunciar apoio a Morando no pleito – Alex foi candidato a prefeito nas três últimas eleições municipais.

Para evitar que sua pré-campanha fosse cooptada por uma das forças políticas da cidade, Demarchi migrou de sigla – saiu do Republicanos, hoje na base de Morando, e foi para o PSL, legenda que ele dirige no âmbito municipal. Sobre os boatos, o pré-prefeiturável foi taxativo.

“Claro que sou candidato. A cidade de São Bernardo não pode ficar na mão apenas do PT e do PSDB, é preciso mudança. Quero mostrar que há possibilidade de o eleitor buscar outra opção que não seja apenas esses partidos”, avaliou. “Aliás, digo que é muito mais fácil eu efetivar minha candidatura a prefeito do que o Orlando, que está bem enrolado com a Justiça”, comparou.

Demarchi se baseou na recente denúncia apresentada pelo MPF (Ministério Público Federal) contra Morando e mais 12 pessoas no âmbito da Operação Prato Feito. O tucano é acusado de receber propina de R$ 600 mil para favorecer empresas de Fábio Mathias Favaretto, genro de Carlos Maciel, ex-homem forte do governo de São Bernardo. Morando nega as acusações. O processo tramita no TRF-3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região), sob os cuidados do desembargador Nino Toldo.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Candidatíssimo, declara Bozzella sobre Demarchi

Presidente estadual do PSL afasta boatos e afirma que Morando está ‘preocupadíssimo’ com pré-campanha

Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

30/07/2020 | 00:01


O presidente estadual do PSL, deputado federal Junior Bozzella, entrou em ação para afastar boatos que começaram a circular no meio político de São Bernardo a respeito de uma possível retirada da pré-candidatura do vereador Rafael Demarchi (PSL) à Prefeitura. “Rafael Demarchi é candidatíssimo”, assegurou o dirigente.

“É tão candidato que até contratamos uma equipe de marketing, com marqueteiro renomado”, emendou o parlamentar, creditando ao prefeito Orlando Morando (PSDB), que tentará a reeleição, a disseminação da informação inverídica. “(Este boato) É coisa do atual prefeito da cidade, Orlando Morando, que está preocupadíssimo. Tenho certeza que Rafael Demarchi sairá vencedor do pleito para a Prefeitura de São Bernardo”, sustentou.

Demarchi está no segundo mandato de vereador. Foi candidato a deputado federal em 2014 (recebeu 31,5 mil votos) e, neste ano, buscará pela primeira vez a principal cadeira do Executivo. Em sua pré-campanha, busca se alocar como terceira via, atrás de eleitores que estão descontentes com o trabalho de Morando e que não querem o retorno do ex-prefeito Luiz Marinho (PT), pré-candidato do petismo neste ano. Ele também visa aproveitar vácuo que tende a ser deixado pelo deputado federal Alex Manente (Cidadania), que depois de duas décadas de rivalidade está próximo de anunciar apoio a Morando no pleito – Alex foi candidato a prefeito nas três últimas eleições municipais.

Para evitar que sua pré-campanha fosse cooptada por uma das forças políticas da cidade, Demarchi migrou de sigla – saiu do Republicanos, hoje na base de Morando, e foi para o PSL, legenda que ele dirige no âmbito municipal. Sobre os boatos, o pré-prefeiturável foi taxativo.

“Claro que sou candidato. A cidade de São Bernardo não pode ficar na mão apenas do PT e do PSDB, é preciso mudança. Quero mostrar que há possibilidade de o eleitor buscar outra opção que não seja apenas esses partidos”, avaliou. “Aliás, digo que é muito mais fácil eu efetivar minha candidatura a prefeito do que o Orlando, que está bem enrolado com a Justiça”, comparou.

Demarchi se baseou na recente denúncia apresentada pelo MPF (Ministério Público Federal) contra Morando e mais 12 pessoas no âmbito da Operação Prato Feito. O tucano é acusado de receber propina de R$ 600 mil para favorecer empresas de Fábio Mathias Favaretto, genro de Carlos Maciel, ex-homem forte do governo de São Bernardo. Morando nega as acusações. O processo tramita no TRF-3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região), sob os cuidados do desembargador Nino Toldo.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;