Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Argentina prorroga quarentena até 7 de junho

Fotos Públicas/Presidente Alberto Fernández anuncia prorrogação do isolamento físico Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Medidas de isolamento social adotadas pelo país se encerrariam neste domingo



24/05/2020 | 11:20


O governo argentino prorrogou a quarentena no país até 7 de junho, informou o presidente do país Alberto Fernández em uma coletiva de imprensa, na noite de ontem. "Vai durar quanto tiver que durar", afirmou Fernández. As medidas de isolamento social adotadas pelo país se encerrariam neste domingo.

As medidas foram endurecidas na capital Buenos Aires, com controle mais rígido sobre a circulação de pessoas. Os voos comerciais continuam proibidos no país até 1º de setembro.

De acordo com dados divulgados pelo governo argentino, o país tem 11.353 infectados pelo novo coronavírus e registra 445 mortes. Ontem, mais 704 casos foram confirmados. Segundo o presidente argentino, 19 províncias não registraram nenhum novo caso da covid-19 ontem, enquanto outras 10 não relatam casos da doença na última semana.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Argentina prorroga quarentena até 7 de junho

Medidas de isolamento social adotadas pelo país se encerrariam neste domingo


24/05/2020 | 11:20


O governo argentino prorrogou a quarentena no país até 7 de junho, informou o presidente do país Alberto Fernández em uma coletiva de imprensa, na noite de ontem. "Vai durar quanto tiver que durar", afirmou Fernández. As medidas de isolamento social adotadas pelo país se encerrariam neste domingo.

As medidas foram endurecidas na capital Buenos Aires, com controle mais rígido sobre a circulação de pessoas. Os voos comerciais continuam proibidos no país até 1º de setembro.

De acordo com dados divulgados pelo governo argentino, o país tem 11.353 infectados pelo novo coronavírus e registra 445 mortes. Ontem, mais 704 casos foram confirmados. Segundo o presidente argentino, 19 províncias não registraram nenhum novo caso da covid-19 ontem, enquanto outras 10 não relatam casos da doença na última semana.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;