Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

S.Paulo lamenta mudança de local do jogo e faz críticas à Conmebol


Analy Cristofani
Do Diário do Grande ABC

06/05/2006 | 08:42


O São Paulo não gostou da mudança de local do clássico de domingo, quando terá de encarar o Corinthians, em Rio Preto. O clube terá um prejuízo de R$ 70 mil. Mas o superintendente Marco Aurélio Cunha entende que o Tricolor tem de acatar a decisão, mesmo sabendo que fará uma viagem a mais, já que na quarta-feira joga na Argentina com o Estudiantes, pelas quartas-de-final da Copa Libertadores. “O São Paulo tem de atender o que a Confederação determina. Cumprimos as regras do jogo. Atrapalha um pouco a nossa logística, porque depois de viajar para o Interior teremos de ir para a Argentina. Para nós é ruim, mas nossa obrigação é cumprir as determinações”, disse.

O conformismo, no entanto, não é unanimidade. Isso porque o São Paulo terá um prejuízo. A despesa inclui o fretamento, hospedagem e alimentação para o elenco. “A mudança do jogo para o interior nos desagradou muito, porque o São Paulo não deu origem ao problema e terá esse gasto que não estava previsto”, afirmou João Paulo de Jesus Lopes, diretor de Planejamento. “Vamos exigir que a Federação Paulista de Futebol faça o ressarcimento desse valor”.

O técnico Muricy Ramalho também não gostou. “Atuaríamos a cinco quilômetros do nosso Centro de Treinamentos, e agora teremos de jogar a 500 quilômetros daqui”, resumiu o treinador, que planejava colocar time completo se o duelo ocorresse no Pacaembu. Agora, o caminho deve ser um time misto. Thiago, com estiramento na perna direita, já foi vetado. Lugano, Júnior e Danilo podem ser preservados.

Diferentemente do que costuma fazer, desta vez Marco Aurélio não tripudiou em cima do Corinthians. Pelo contrário. O dirigente se mostrou solidário aos alvinegros. “Lamento o que aconteceu. Fiquei chateado também pelo futebol brasileiro. Queria encontrar o Corinthians na final porque seria bonito para o futebol do país”, afirmou.

Quartas-de-final – A Conmebol confirmou sexta-feira que o São Paulo jogará a primeira partida das quartas-de-final da Copa Libertadores, contra o Estudiantes, da Argentina, na quarta-feira, às 21h45, no Centenário de Quilmes, já que o estádio Jorge Luis Hirsch, em La Plata, está vetado por falta de segurança. A segunda partida acontece apenas em 12 de julho, três dias após o final da Copa do Mundo. O mesmo vale para o Internacional. Os gaúchos enfrentam a LDU quarta-feira, às 22h30, no Equador, e fazem o jogo do Beira-Rio em 12 de julho. A decisão desagradou. “Quebra o ritmo, os times perdem o clima de decisão. Poderiam fazer os dois jogos agora, antes da Copa, ou os dois após o Mundial”, disse Lugano.

Caso passem para a semifinal, a Conmebol também divulgou as datas: 19 e 26 de julho. A final acontece em 9 de agosto. (Com Agências)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

S.Paulo lamenta mudança de local do jogo e faz críticas à Conmebol

Analy Cristofani
Do Diário do Grande ABC

06/05/2006 | 08:42


O São Paulo não gostou da mudança de local do clássico de domingo, quando terá de encarar o Corinthians, em Rio Preto. O clube terá um prejuízo de R$ 70 mil. Mas o superintendente Marco Aurélio Cunha entende que o Tricolor tem de acatar a decisão, mesmo sabendo que fará uma viagem a mais, já que na quarta-feira joga na Argentina com o Estudiantes, pelas quartas-de-final da Copa Libertadores. “O São Paulo tem de atender o que a Confederação determina. Cumprimos as regras do jogo. Atrapalha um pouco a nossa logística, porque depois de viajar para o Interior teremos de ir para a Argentina. Para nós é ruim, mas nossa obrigação é cumprir as determinações”, disse.

O conformismo, no entanto, não é unanimidade. Isso porque o São Paulo terá um prejuízo. A despesa inclui o fretamento, hospedagem e alimentação para o elenco. “A mudança do jogo para o interior nos desagradou muito, porque o São Paulo não deu origem ao problema e terá esse gasto que não estava previsto”, afirmou João Paulo de Jesus Lopes, diretor de Planejamento. “Vamos exigir que a Federação Paulista de Futebol faça o ressarcimento desse valor”.

O técnico Muricy Ramalho também não gostou. “Atuaríamos a cinco quilômetros do nosso Centro de Treinamentos, e agora teremos de jogar a 500 quilômetros daqui”, resumiu o treinador, que planejava colocar time completo se o duelo ocorresse no Pacaembu. Agora, o caminho deve ser um time misto. Thiago, com estiramento na perna direita, já foi vetado. Lugano, Júnior e Danilo podem ser preservados.

Diferentemente do que costuma fazer, desta vez Marco Aurélio não tripudiou em cima do Corinthians. Pelo contrário. O dirigente se mostrou solidário aos alvinegros. “Lamento o que aconteceu. Fiquei chateado também pelo futebol brasileiro. Queria encontrar o Corinthians na final porque seria bonito para o futebol do país”, afirmou.

Quartas-de-final – A Conmebol confirmou sexta-feira que o São Paulo jogará a primeira partida das quartas-de-final da Copa Libertadores, contra o Estudiantes, da Argentina, na quarta-feira, às 21h45, no Centenário de Quilmes, já que o estádio Jorge Luis Hirsch, em La Plata, está vetado por falta de segurança. A segunda partida acontece apenas em 12 de julho, três dias após o final da Copa do Mundo. O mesmo vale para o Internacional. Os gaúchos enfrentam a LDU quarta-feira, às 22h30, no Equador, e fazem o jogo do Beira-Rio em 12 de julho. A decisão desagradou. “Quebra o ritmo, os times perdem o clima de decisão. Poderiam fazer os dois jogos agora, antes da Copa, ou os dois após o Mundial”, disse Lugano.

Caso passem para a semifinal, a Conmebol também divulgou as datas: 19 e 26 de julho. A final acontece em 9 de agosto. (Com Agências)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;