Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Lula foi ‘frouxo’ com a Bolívia, ataca Serra



06/05/2006 | 00:40


Ainda sem se concentrar nas questões estaduais, o pré-candidato a governador do Estado de São Paulo pelo PSDB, José Serra, chamou o governo federal de “frouxo” e “incompetente” diante da crise do gás entre Brasil e Bolívia. “É uma atuação sem firmeza”, afirmou. Para Serra, o fato de o presidente Luiz Inácio Lula da Silva seguir para a Argentina e se reunir com os presidentes Evo Morales (Bolívia), Hugo Chávez (Venezuela) e Néstor Kirchner (Argentina) foi “humilhante”.

“Não tem cabimento fazer uma reunião com Chávez e Kirchner. O que eles têm a ver com isso? Esse problema é bilateral e deveria assim ser resolvido”, afirmou. Para Serra, a crise do gás foi surpresa apenas para o governo federal. “Não previram que isso poderia acontecer. Foi surpresa só para o governo e para mais ninguém”, afirmou.

As alfinetadas na administração petista continuaram quando o ex-prefeito de São Paulo disse que Lula cometeu erros anteriores. “Lula quase participou do processo eleitoral da Bolívia, foi lá dar declaração a favor de Morales e isso não fica bem para um chefe de Estado”, disse. O tucano sugeriu que daqui pra frente o Brasil passe a “frear o processo de conversão a gás nas indústrias e agilizar a exploração do gás na Bacia de Santos”.

Sobre a disputa interna com o tucano José Aníbal, Serra não quis se manifestar, dizendo apenas que esta decisão cabe ao partido. “Isso o partido resolve; na verdade, não tem tanta relevância”, afirmou. Pouco antes da visita de Serra a São José dos Campos, Aníbal deu uma entrevista a uma rádio local e disse que não vai desistir e que tem 25% das assinaturas dos delegados do partido.

Iogurte – Em ritmo de campanha, Serra reuniu-se com todas as lideranças tucanas do PSDB do Vale do Paraíba e, ao chegar, foi logo avisando que não poderia receber “tapinhas no peito” por causa da recuperação de uma cirurgia. A visita foi rápida e terminou com uma caminhada no calçadão do centro comercial de São José dos Campos. Ele recebeu vários elogios e promessas de votos dos eleitores e, a cada criança que cumprimentava, o palmeirense lançava a pergunta: “Você torce para que time?”. Em uma lanchonete, recusou-se a comer pastel e ficou com um copo de iogurte e uma banana. Ao tentar pagar a conta, teve a refeição dada de presente pelos balconistas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Lula foi ‘frouxo’ com a Bolívia, ataca Serra


06/05/2006 | 00:40


Ainda sem se concentrar nas questões estaduais, o pré-candidato a governador do Estado de São Paulo pelo PSDB, José Serra, chamou o governo federal de “frouxo” e “incompetente” diante da crise do gás entre Brasil e Bolívia. “É uma atuação sem firmeza”, afirmou. Para Serra, o fato de o presidente Luiz Inácio Lula da Silva seguir para a Argentina e se reunir com os presidentes Evo Morales (Bolívia), Hugo Chávez (Venezuela) e Néstor Kirchner (Argentina) foi “humilhante”.

“Não tem cabimento fazer uma reunião com Chávez e Kirchner. O que eles têm a ver com isso? Esse problema é bilateral e deveria assim ser resolvido”, afirmou. Para Serra, a crise do gás foi surpresa apenas para o governo federal. “Não previram que isso poderia acontecer. Foi surpresa só para o governo e para mais ninguém”, afirmou.

As alfinetadas na administração petista continuaram quando o ex-prefeito de São Paulo disse que Lula cometeu erros anteriores. “Lula quase participou do processo eleitoral da Bolívia, foi lá dar declaração a favor de Morales e isso não fica bem para um chefe de Estado”, disse. O tucano sugeriu que daqui pra frente o Brasil passe a “frear o processo de conversão a gás nas indústrias e agilizar a exploração do gás na Bacia de Santos”.

Sobre a disputa interna com o tucano José Aníbal, Serra não quis se manifestar, dizendo apenas que esta decisão cabe ao partido. “Isso o partido resolve; na verdade, não tem tanta relevância”, afirmou. Pouco antes da visita de Serra a São José dos Campos, Aníbal deu uma entrevista a uma rádio local e disse que não vai desistir e que tem 25% das assinaturas dos delegados do partido.

Iogurte – Em ritmo de campanha, Serra reuniu-se com todas as lideranças tucanas do PSDB do Vale do Paraíba e, ao chegar, foi logo avisando que não poderia receber “tapinhas no peito” por causa da recuperação de uma cirurgia. A visita foi rápida e terminou com uma caminhada no calçadão do centro comercial de São José dos Campos. Ele recebeu vários elogios e promessas de votos dos eleitores e, a cada criança que cumprimentava, o palmeirense lançava a pergunta: “Você torce para que time?”. Em uma lanchonete, recusou-se a comer pastel e ficou com um copo de iogurte e uma banana. Ao tentar pagar a conta, teve a refeição dada de presente pelos balconistas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;