Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 6 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Chanceler brasileiro se diz satisfeito com vitória de Kirchner


Da AFP

15/05/2003 | 14:07


O ministro das Relações Exteriores brasileiro, Celso Amorim, afirmou nesta quinta-feira que apesar da vitória de Néstor Kirchner ter sido "um pouco inesperada", por causa da desistência do candidato Carlos Menem de participar do segundo turno, o resultado "satisfaz muito o Brasil".

"O presidente eleito já expressou claramente sua prioridade com o Mercosul (Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai) e com as relações com o Brasil. E isso só pode nos satisfazer", disse o chanceler ao fim da cerimônia para a instalação da Comissão Nacional Permanente do Tratado de Cooperação Amazônica.

Ao ser perguntado sobre sua expectativa para o Mercosul com a vitória de Kirchner, Amorim respondeu que espera "tudo o que o Mercosul merece", e que o bloco avance nas questões que "ficaram atrasadas", informa a Agência Estado.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Chanceler brasileiro se diz satisfeito com vitória de Kirchner

Da AFP

15/05/2003 | 14:07


O ministro das Relações Exteriores brasileiro, Celso Amorim, afirmou nesta quinta-feira que apesar da vitória de Néstor Kirchner ter sido "um pouco inesperada", por causa da desistência do candidato Carlos Menem de participar do segundo turno, o resultado "satisfaz muito o Brasil".

"O presidente eleito já expressou claramente sua prioridade com o Mercosul (Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai) e com as relações com o Brasil. E isso só pode nos satisfazer", disse o chanceler ao fim da cerimônia para a instalação da Comissão Nacional Permanente do Tratado de Cooperação Amazônica.

Ao ser perguntado sobre sua expectativa para o Mercosul com a vitória de Kirchner, Amorim respondeu que espera "tudo o que o Mercosul merece", e que o bloco avance nas questões que "ficaram atrasadas", informa a Agência Estado.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;