Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 25 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Escola particular realiza obra sem alvará da Prefeitura

Denis Maciel Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Paço de São Bernardo afirma que embargou intervenção no Colégio Darwin Central School


Daniel Macário
Do Diário do Grande ABC

13/02/2019 | 07:00


 Instalado há menos de um ano em São Bernardo, o colégio Darwin Central School teve nesta semana a obra de reforma da unidade embargada pela administração municipal, após fiscalização na escola constatar a falta de alvará para execução da intervenção.

Iniciada no fim do ano passado, segundo vizinhos, a obra tem causado série de transtornos a quem reside próximo à escola, situada na Avenida Senador Vergueiro, onde até agosto de 2018 funcionava uma das unidades da Anhanguera e do Colégio Anchieta.

“As ruas no entorno, que já tinham um trânsito carregado, estão piores agora, devido às obras, que sequer sabemos se têm autorização da Prefeitura”, afirma o ambulante Alexandre Dias, 47 anos.

Segundo a Prefeitura de São Bernardo, após tomar ciência da irregularidade, o Paço chegou a notificar a escola devido ausência de documentos com aplicação de multa pelo descumprimento da legislação vigente na cidade. Mesmo assim, a execução dos serviços persistiu e outras duas multas foram aplicadas.

Ontem, em visita à unidade escolar, o Diário flagrou operários trabalhando mesmo com a obra embargada. A equipe de reportagem tentou contato com porta-voz da escola e também com representantes da Arcandia Construtora Ltda, responsável pelo trabalho na unidade. Porém, todos se negaram a falar. No local, não foi encontrada qualquer placa com informações do alvará e dados técnicos da obra, o que é previsto em lei.

Por meio de nota, a instituição de ensino diz que, após a notificação da Prefeitura de São Bernardo sobre irregularidades na obra, fez as “correções” e já está tramitando no Paço o projeto final para total regularização da intervenção.

A Prefeitura, por sua vez, afirma que em caso de novas irregularidades serão tomadas medidas judiciais.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Escola particular realiza obra sem alvará da Prefeitura

Paço de São Bernardo afirma que embargou intervenção no Colégio Darwin Central School

Daniel Macário
Do Diário do Grande ABC

13/02/2019 | 07:00


 Instalado há menos de um ano em São Bernardo, o colégio Darwin Central School teve nesta semana a obra de reforma da unidade embargada pela administração municipal, após fiscalização na escola constatar a falta de alvará para execução da intervenção.

Iniciada no fim do ano passado, segundo vizinhos, a obra tem causado série de transtornos a quem reside próximo à escola, situada na Avenida Senador Vergueiro, onde até agosto de 2018 funcionava uma das unidades da Anhanguera e do Colégio Anchieta.

“As ruas no entorno, que já tinham um trânsito carregado, estão piores agora, devido às obras, que sequer sabemos se têm autorização da Prefeitura”, afirma o ambulante Alexandre Dias, 47 anos.

Segundo a Prefeitura de São Bernardo, após tomar ciência da irregularidade, o Paço chegou a notificar a escola devido ausência de documentos com aplicação de multa pelo descumprimento da legislação vigente na cidade. Mesmo assim, a execução dos serviços persistiu e outras duas multas foram aplicadas.

Ontem, em visita à unidade escolar, o Diário flagrou operários trabalhando mesmo com a obra embargada. A equipe de reportagem tentou contato com porta-voz da escola e também com representantes da Arcandia Construtora Ltda, responsável pelo trabalho na unidade. Porém, todos se negaram a falar. No local, não foi encontrada qualquer placa com informações do alvará e dados técnicos da obra, o que é previsto em lei.

Por meio de nota, a instituição de ensino diz que, após a notificação da Prefeitura de São Bernardo sobre irregularidades na obra, fez as “correções” e já está tramitando no Paço o projeto final para total regularização da intervenção.

A Prefeitura, por sua vez, afirma que em caso de novas irregularidades serão tomadas medidas judiciais.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;