Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 21 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Estudo sobre mobilidade custará R$ 1 mi


Beto Silva
Do Diário do Grande ABC

27/09/2011 | 07:05


O governo de São Paulo irá liberar nos próximos dias R$ 1 milhão para que o Consórcio Intermunicipal contrate estudos técnicos para melhoria da mobilidade urbana no Grande ABC. O assunto vem sendo discutido há alguns meses na entidade regional, mas mesmo com debates internos do grupo de trabalho não houve sugestões de alternativas para diminuir os problemas do setor.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Metropolitano, Edson Aparecido, que esteve ontem na reunião ordinária do colegiado dos sete prefeitos, o convênio para liberação da verba será assinado em 10 dias. "O Estado vai financiar o estudo que o GT de mobilidade urbana vai fazer. Depois disso surgirão as propostas."

Ainda na área de Transporte, Aparecido afirmou que os projetos do metrô leve (que sairá de São Bernardo e irá até a estação Tamanduateí, na Capital) e do Expresso ABC (linha de trem paralela da CPPM) já estão no Plano Plurianual 2012-2015 e devem ser incluídos na peça orçamentária de 2012 que o Palácio dos Bandeirantes finaliza para entregar até sexta-feira à Assembleia. Porém, os valores dessas ações ainda não estão definidos.

Na reunião de ontem foram definidos encontros de representantes das sete cidades com secretários estaduais - mas ainda com data indefinida. Na área de Educação, os municípios terão agenda para definir qual será a participação da região no Programa Creche Escola, lançado ontem pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB).

A iniciativa prevê investimento de R$ 1 bilhão do Estado até 2014 para construção e ampliação de 1.000 creches, em 160 cidades. As prefeituras doarão os terrenos e ficarão com as despesas de custeio necessárias para o funcionamento e manutenção dos espaços.

As administrações também terão encontro com representantes da Secretaria Estadual de Segurança para avançar em propostas como aumento do efetivo de policiais na região, estudo sobre delegacias que funcionarão 24 horas e instalação do IML em Mauá.

Também haverá reunião com integrantes dos órgãos responsáveis pelas compensações ambientais dos Trechos Sul e Leste do Rodoanel, que passam pelo Grande ABC. No setor do meio ambiente, um assunto que não teve novidades foi a inspeção veicular regional. "Há uma dúvida se deve haver legislação estadual ou não. Esse é o primeiro problema a ser superado", analisou Edson Aparecido.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;