Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 14 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Ministro do Esporte: ‘Estatuto veio para ficar’


Do Diário OnLine

22/05/2003 | 12:30


O ministro do Esporte, Agnelo Queiroz, disse nesta quinta-feira, em entrevista coletiva, que o Estatuto do Torcedor “veio para ficar” e que deve ser cumprido. Segundo o ministro, esta “é uma lei para o Brasil, não para A e B”.

Queiroz afirmou que qualquer idéia apresentada pelo Clube dos 13 ou pela CBF será discutida, mas que a ação do governo não vai ser mudada. “Temos o compromisso de desenvolver o futebol brasileiro”, explicou o ministro.

Além disso, Agnelo convocou a imprensa e a torcida para vistoriar os clubes para que cumpram as novas resoluções. “Não tenho dúvida de que poderemos ter estádios modelo em pouco tempo”, acredita. “Vamos construir o cumprimento da lei, de forma conjunta”, concluiu.

Vasco – Agnelo não quis comentar, nesta manhã, a decisão do presidente do Vasco da Gama, Eurico Miranda, de não entrar em campo caso haja futebol no sábado. Para o ministro, uma suposta punição no caso de uma ausência do time deverá partir da CBF.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ministro do Esporte: ‘Estatuto veio para ficar’

Do Diário OnLine

22/05/2003 | 12:30


O ministro do Esporte, Agnelo Queiroz, disse nesta quinta-feira, em entrevista coletiva, que o Estatuto do Torcedor “veio para ficar” e que deve ser cumprido. Segundo o ministro, esta “é uma lei para o Brasil, não para A e B”.

Queiroz afirmou que qualquer idéia apresentada pelo Clube dos 13 ou pela CBF será discutida, mas que a ação do governo não vai ser mudada. “Temos o compromisso de desenvolver o futebol brasileiro”, explicou o ministro.

Além disso, Agnelo convocou a imprensa e a torcida para vistoriar os clubes para que cumpram as novas resoluções. “Não tenho dúvida de que poderemos ter estádios modelo em pouco tempo”, acredita. “Vamos construir o cumprimento da lei, de forma conjunta”, concluiu.

Vasco – Agnelo não quis comentar, nesta manhã, a decisão do presidente do Vasco da Gama, Eurico Miranda, de não entrar em campo caso haja futebol no sábado. Para o ministro, uma suposta punição no caso de uma ausência do time deverá partir da CBF.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;