Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 11 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

PM frustra seqüestro relâmpago em Diadema


Artur Rodrigues
Do Diário do Grande ABC

06/05/2006 | 08:26


A Polícia Militar frustrou um seqüestro relâmpago na noite de quinta-feira, em Diadema. Um comerciante de 38 anos havia sido levado por dois homens. Depois de perseguição, a Força Tática da PM prendeu os acusados e libertou o refém.

O comerciante, dono de uma videolocadora na avenida Alda, área central da cidade, foi pego quando fechava a loja, no começo da noite. “Estava saindo, sossegado, com a minha esposa e meu filho, quando chegaram essas duas pessoas mandando a gente entrar no meu carro”, relata.

A esposa do comerciante, de 32 anos, já havia entrado no Ford Ka, mas conseguiu fugir do veículo. “Fiquei com medo. Porque mulher é quem mais sofre nessas horas. Mas aí eles disseram: ‘O menino fica‘. Eu respondi: ‘Meu filho, não!‘ Aí consegui sair do carro”, lembra a vítima. Ela parou uma viatura e denunciou o ocorrido.

Os assaltantes deram a entender que levariam o comerciante para a favela do Pantanal. A PM perseguiu o Ford Ka até o Jardim Rosinha. “Aí eles começaram a ficar nervosos. Então, consegui pular do carro e saí gritando”, lembra a vítima. Os assaltantes saíram do veículo e correram um para cada lado. Foram presos Alan Mendez Braz dos Santos, 18 anos, e um adolescente de 16.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

PM frustra seqüestro relâmpago em Diadema

Artur Rodrigues
Do Diário do Grande ABC

06/05/2006 | 08:26


A Polícia Militar frustrou um seqüestro relâmpago na noite de quinta-feira, em Diadema. Um comerciante de 38 anos havia sido levado por dois homens. Depois de perseguição, a Força Tática da PM prendeu os acusados e libertou o refém.

O comerciante, dono de uma videolocadora na avenida Alda, área central da cidade, foi pego quando fechava a loja, no começo da noite. “Estava saindo, sossegado, com a minha esposa e meu filho, quando chegaram essas duas pessoas mandando a gente entrar no meu carro”, relata.

A esposa do comerciante, de 32 anos, já havia entrado no Ford Ka, mas conseguiu fugir do veículo. “Fiquei com medo. Porque mulher é quem mais sofre nessas horas. Mas aí eles disseram: ‘O menino fica‘. Eu respondi: ‘Meu filho, não!‘ Aí consegui sair do carro”, lembra a vítima. Ela parou uma viatura e denunciou o ocorrido.

Os assaltantes deram a entender que levariam o comerciante para a favela do Pantanal. A PM perseguiu o Ford Ka até o Jardim Rosinha. “Aí eles começaram a ficar nervosos. Então, consegui pular do carro e saí gritando”, lembra a vítima. Os assaltantes saíram do veículo e correram um para cada lado. Foram presos Alan Mendez Braz dos Santos, 18 anos, e um adolescente de 16.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;