Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 13 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Mais de 11 mil pessoas farão a segurança da reunião do G8


Da AFP

22/05/2003 | 14:47


Cerca de 11 mil militares e cem aparelhos do exército e da aviação, entre eles Mirages 2000, aviões radares Awacs e helicópteros de combate, serão mobilizados durante a Cúpula de Chefes de Estado do G8, que será realizada em Evian, na França, de 1º a 3 de junho, informou nesta quinta-feira o porta-voz do ministério da Defesa, Jean François Bureau.

A segurança da Cúpula do G8 (Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Grã-Bretanha, Itália, Japão e Rússia) vai ser garantida por mais de 6,5 mil policiais, mais de 2 mil militares e 2,3 mil efetivos da aviação na área próxima ao local da reunião, indicou Jean François.

Como Evian é uma cidade fronteiriça, o dispositivo de segurança terá caráter "internacional" e contará com a ajuda da Alemanha, da Itália e, principalmente, da Suíça", acrescentou o porta-voz.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mais de 11 mil pessoas farão a segurança da reunião do G8

Da AFP

22/05/2003 | 14:47


Cerca de 11 mil militares e cem aparelhos do exército e da aviação, entre eles Mirages 2000, aviões radares Awacs e helicópteros de combate, serão mobilizados durante a Cúpula de Chefes de Estado do G8, que será realizada em Evian, na França, de 1º a 3 de junho, informou nesta quinta-feira o porta-voz do ministério da Defesa, Jean François Bureau.

A segurança da Cúpula do G8 (Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Grã-Bretanha, Itália, Japão e Rússia) vai ser garantida por mais de 6,5 mil policiais, mais de 2 mil militares e 2,3 mil efetivos da aviação na área próxima ao local da reunião, indicou Jean François.

Como Evian é uma cidade fronteiriça, o dispositivo de segurança terá caráter "internacional" e contará com a ajuda da Alemanha, da Itália e, principalmente, da Suíça", acrescentou o porta-voz.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;