Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 4 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Atrasado, Plano de Educação de S.Bernardo fica para outubro

Andréa Iseki/DGABC:  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Previsão foi passada pelo secretário Paulo Dias, que assumiu em meio ao prazo limite estabelecido pelo governo federal


Leandro Baldini
Do Diário do Grande ABC

20/09/2015 | 07:00


O governo do prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), prevê conclusão do PME (Plano Municipal de Educação) para o fim do mês que vem. Atrasada (prazo estabelecido pelo governo federal venceu em 24 de junho), a proposta são-bernardense está em fase de reunião com profissionais de várias esferas do setor, conforme descreveu o secretário da Pasta, Paulo Dias (PT).

“Amanhã, por exemplo, faremos grande reunião de formação e trabalho. Para na sequência reunir toda equipe da Pasta para elaborar indicadores e adequar metas do PNE (Plano Nacional da Educação)”, disse Paulo Dias.

Há um ano e meio, o PNE foi assinado pela presidente Dilma Rousseff (PT) com metas de investimentos no setor para os próximos dez anos.

“Estamos neste processo de discussão para levarmos o teor para a realização de conferências com a população. É uma meta que precisa ser estudada, pois ditará normas para o futuro”, discorreu o secretário.

As plenárias servirão para coletar sugestões de educadores, pais de alunos da rede municipal de ensino e servidores em geral sobre o projeto.

No mesmo período em que expirou prazo estipulado por Dilma para que os municípios e Estados entregassem seus projetos, Dias assumia a Pasta no lugar de Cleuza Repulho, que deixou o setor em meio a série de escândalos. Cleuza é ré em ação civil pública ajuizada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) ABC, acusada de desvio de recursos públicos e formação de quadrilha. Segundo promotores, ela participou de esquema que superfaturou em pelo menos R$ 4 milhões compra de tênis e mochilas a alunos da rede pública. O Ministério Público chegou até a pedir prisão preventiva dela, o que foi negado em primeiro momento. Eleito vereador pela segunda vez, Paulo Dias foi alçado por Marinho após anunciar que não concorreria mais a cadeira nas Câmara.

Mesmo com o plano ainda na fase de discussão, o titular da Educação cravou que a apreciação da proposta no Legislativo ocorrerá no fim de outubro.


REGIÃO
A maioria das cidades do Grande ABC que entregaram seus planos também ultrapassou o limite imposto por Dilma.

Em Ribeirão Pires aconteceu situação constrangedora. A administração de Saulo Benevides (PMDB) buscou entregar dentro do prazo e enviou à Câmara cópia exata do Plano Nacional, repetindo números de investimentos e metas do País. Secretário adjunto de Educação de Ribeirão Pires e apontado como responsável pela plágio do PME, Loris Lessa foi demitido e a proposta foi reformulada.

Em Diadema, o governo do prefeito Lauro Michels (PV) vai entregar matéria somente no ano que vem, após fracassar em licitação com empresa, que iria elaborar as metas do município. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;