Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 20 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

ONU afirma que crise humanitária se agrava no Afeganistão


Das Agências

13/02/2001 | 09:46


O coordenador para assuntos humanitários da ONU, Kenoz Oshima, afirmou nesta terça-feira que a situação no Afeganistão é muito grave e que pode piorar se não for enviada ajuda rapidamente.

‘‘Temos diversas informações. A situação é grave, muito grave’’, declarou Oshima a um grupo de jornalistas na sua chegada a Cabul a bordo de um avião das Nações Unidas.

‘‘Se a ajuda internacional não chegar em maior quantidade, a situação poderá se tornar muito grave. O mundo deve se preocupar verdadeiramente com esta questão’’, disse.

Oshima explicou que sua visita ao Afeganistão tem como objetivo provar para comunidade internacional que as Nações Unidas se preocupam com o agravamento da crise no país e que o mundo não esqueceu esta nação arrasada pela guerra.

Esta visita do alto representante ONU, recomendada pelo secretário-geral Kofi Annan, acontece logo depois da morte de centenas de refugiados, sobretudo crianças, nos campos, explicou Elian Duthoi, também das Nações Unidas.

Centenas de pessoas fugiram de seus povoadas em virtude das piores secas dos últimos tempos, morrendo de fome e frio nas províncias do Oeste e do Norte.

Oshima disse que se encontrará com os dirigentes do regime Taliban e com o presidente Burhanuddin Rabbani.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;