Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 13 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Jorginho, campeão mundial em 1994, é demitido do Vasco


Do Diário OnLine

08/11/2001 | 15:05


O lateral-direito Jorginho, titular da Seleção Brasileira campeã da Copa do Mundo de 1994, foi demitido do Vasco na quarta-feira. O jogador recebeu um fax da diretoria do clube avisando sobre sua dispensa.

A diretoria do clube carioca já havia afastado Jorginho, acusado de incentivar os jogadores do Vasco a realizarem uma greve para cobrar os salários atrasados e de dar uma entrevista criticando a diretoria. A equipe deve mais de R$ 8 milhões aos atletas, mas diz que a demissão foi por justa causa.

Jorginho declarou que na entrevista disse apenas que o presidente do Vasco, Eurico Miranda, estava “empurrando com a barriga” o problema dos seus salários atrasados. O atleta afirmou que vai cobrar a dívida do clube na Justiça do Trabalho. O Vasco estaria devendo ao jogador cinco meses de salários, prêmios e direito de imagens, somando R$ 1,7 milhões.

O lateral disse que sua demissão faz parte da estratégia da diretoria do Vasco, que estaria tentando desmoralizá-lo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Jorginho, campeão mundial em 1994, é demitido do Vasco

Do Diário OnLine

08/11/2001 | 15:05


O lateral-direito Jorginho, titular da Seleção Brasileira campeã da Copa do Mundo de 1994, foi demitido do Vasco na quarta-feira. O jogador recebeu um fax da diretoria do clube avisando sobre sua dispensa.

A diretoria do clube carioca já havia afastado Jorginho, acusado de incentivar os jogadores do Vasco a realizarem uma greve para cobrar os salários atrasados e de dar uma entrevista criticando a diretoria. A equipe deve mais de R$ 8 milhões aos atletas, mas diz que a demissão foi por justa causa.

Jorginho declarou que na entrevista disse apenas que o presidente do Vasco, Eurico Miranda, estava “empurrando com a barriga” o problema dos seus salários atrasados. O atleta afirmou que vai cobrar a dívida do clube na Justiça do Trabalho. O Vasco estaria devendo ao jogador cinco meses de salários, prêmios e direito de imagens, somando R$ 1,7 milhões.

O lateral disse que sua demissão faz parte da estratégia da diretoria do Vasco, que estaria tentando desmoralizá-lo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;