Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 26 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Líderes regionais do PCC são presos


Luciano Cavenagui
Do Diário do Grande ABC

18/12/2007 | 07:21


A Polícia Civil de São Bernardo prendeu segunda-feira quatro integrantes do PCC (Primeiro Comando da Capital) que atuavam na região com tráfico de drogas e eram responsáveis pelo recolhimento do bicho-papão (mensalidade da facção), entre outras tarefas.

Foram detidos José Roberto Roque, 38 anos, o Jogador ou Bebeto, Enoc Teixeira de França, 46, o Top, piloto (espécie de gerente), em Mauá, Paulo André Capelo, 31, o Paulinho ou Pê, disciplina de quebrada (líder do bairro), e Francineide Maria Praxedes, 32, mulher de Ânderson José da Silva, o MG, torre (espécie de diretor) da facção que está detido.

As prisões foram realizadas por policiais da SIG (Setor de Investigações Gerais) da Delegacia Seccional de São Bernardo, que investigava o grupo desde o início do ano.

Os quatro foram presos em casa, no início da manhã, quando estavam dormindo.

Jogador foi detido na Vila Ida e Francineide no bairro Campanário, ambos em Diadema. Top foi preso no Parque São Vicente, em Mauá, e Paulinho no Riacho Grande, em São Bernardo.

Os quatro obedeciam determinações dos sintonias gerais de cadeia (repassadores de ordens da cúpula) responsáveis pelo Grande ABC: Anco Márcio Pereira Maia, o Gordão, preso em Guarulhos, Flávio Rogério Aleixo Marques, o Mateus, detido em Tremembé, e Edson de Alencar, o Opala, preso em Valparaíso.

A polícia conseguiu fazer as prisões principalmente por causa de conversas telefônicas monitoradas com autorização judicial (leia trechos ao lado).

Policiais da SIG apreenderam 700 gramas de cocaína na casa de Francineide, além de farta documentação da facção nas outras residencias, como contabilidade do grupo, controle do bicho-papão e distribuição de cestas básicas para os familiares dos presos.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Líderes regionais do PCC são presos

Luciano Cavenagui
Do Diário do Grande ABC

18/12/2007 | 07:21


A Polícia Civil de São Bernardo prendeu segunda-feira quatro integrantes do PCC (Primeiro Comando da Capital) que atuavam na região com tráfico de drogas e eram responsáveis pelo recolhimento do bicho-papão (mensalidade da facção), entre outras tarefas.

Foram detidos José Roberto Roque, 38 anos, o Jogador ou Bebeto, Enoc Teixeira de França, 46, o Top, piloto (espécie de gerente), em Mauá, Paulo André Capelo, 31, o Paulinho ou Pê, disciplina de quebrada (líder do bairro), e Francineide Maria Praxedes, 32, mulher de Ânderson José da Silva, o MG, torre (espécie de diretor) da facção que está detido.

As prisões foram realizadas por policiais da SIG (Setor de Investigações Gerais) da Delegacia Seccional de São Bernardo, que investigava o grupo desde o início do ano.

Os quatro foram presos em casa, no início da manhã, quando estavam dormindo.

Jogador foi detido na Vila Ida e Francineide no bairro Campanário, ambos em Diadema. Top foi preso no Parque São Vicente, em Mauá, e Paulinho no Riacho Grande, em São Bernardo.

Os quatro obedeciam determinações dos sintonias gerais de cadeia (repassadores de ordens da cúpula) responsáveis pelo Grande ABC: Anco Márcio Pereira Maia, o Gordão, preso em Guarulhos, Flávio Rogério Aleixo Marques, o Mateus, detido em Tremembé, e Edson de Alencar, o Opala, preso em Valparaíso.

A polícia conseguiu fazer as prisões principalmente por causa de conversas telefônicas monitoradas com autorização judicial (leia trechos ao lado).

Policiais da SIG apreenderam 700 gramas de cocaína na casa de Francineide, além de farta documentação da facção nas outras residencias, como contabilidade do grupo, controle do bicho-papão e distribuição de cestas básicas para os familiares dos presos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;