Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 4 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Delegada tem prisao preventiva decretada


Do Diário do Grande ABC

10/09/1999 | 21:30


A delegada Márcia Regina Gonçalves de Oliveira Santos, titular do 2º Distrito Policial (DP) de Itanhaém, no litoral sul de Sao Paulo, teve a prisao preventiva decretada pelo juiz da 3ª Vara Civil, Enoque Cartaxo de Souza. O juiz estendeu a preventiva ao escrivao Ivo Vila Nova aos investigadores Moisés Sant'Anna dos Santos e Felício Diego Ragna Fernandez, além dos advogados Adilson Pedro Machado e Almir Fortes.

A delegada está sendo acusada pelo Ministério Público (MP) por formaçao de quadrilha e crime de concussao - o uso do cargo público em benefício próprio. Ela está no presídio da Polícia Civil, em Sao Paulo, enquanto os demais acusados encontram-se na Cadeia Pública de Itanhaém. A prisao, porém, poderá ser relaxada.

O advogado Walter de Carvalho entrou sexta-feira no Tribunal de Justiça (TJ) de Sao Paulo, com pedido de habeas-corpus, reclamando a nulidade do processo por desobediência ao artigo 514 do Código de Processo Penal, que estabelece a obrigatoriedade dos juízes darem um prazo de 15 dias, para defesa preliminar dos acusados, antes de receber a denúncia, quando os envolvidos forem funcionários públicos. O juiz nao foi encontrado sexta-feira à tarde.

A delegada Márcia Regina e sua equipe sao acusados pelo Ministério Público de exigir dinheiro do proprietário do estabelecimento comercial Chao de Estrelas, suspeito de ser uma boate freqüentada por prostitutas e também do dono do Night Love Bar, onde foram lacrados alguns cômodos para exigir posteriormente propina de até quatro salários mínimos para reabri-los.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Delegada tem prisao preventiva decretada

Do Diário do Grande ABC

10/09/1999 | 21:30


A delegada Márcia Regina Gonçalves de Oliveira Santos, titular do 2º Distrito Policial (DP) de Itanhaém, no litoral sul de Sao Paulo, teve a prisao preventiva decretada pelo juiz da 3ª Vara Civil, Enoque Cartaxo de Souza. O juiz estendeu a preventiva ao escrivao Ivo Vila Nova aos investigadores Moisés Sant'Anna dos Santos e Felício Diego Ragna Fernandez, além dos advogados Adilson Pedro Machado e Almir Fortes.

A delegada está sendo acusada pelo Ministério Público (MP) por formaçao de quadrilha e crime de concussao - o uso do cargo público em benefício próprio. Ela está no presídio da Polícia Civil, em Sao Paulo, enquanto os demais acusados encontram-se na Cadeia Pública de Itanhaém. A prisao, porém, poderá ser relaxada.

O advogado Walter de Carvalho entrou sexta-feira no Tribunal de Justiça (TJ) de Sao Paulo, com pedido de habeas-corpus, reclamando a nulidade do processo por desobediência ao artigo 514 do Código de Processo Penal, que estabelece a obrigatoriedade dos juízes darem um prazo de 15 dias, para defesa preliminar dos acusados, antes de receber a denúncia, quando os envolvidos forem funcionários públicos. O juiz nao foi encontrado sexta-feira à tarde.

A delegada Márcia Regina e sua equipe sao acusados pelo Ministério Público de exigir dinheiro do proprietário do estabelecimento comercial Chao de Estrelas, suspeito de ser uma boate freqüentada por prostitutas e também do dono do Night Love Bar, onde foram lacrados alguns cômodos para exigir posteriormente propina de até quatro salários mínimos para reabri-los.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;