Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Ibope: 91% da elite consulta web antes de comprar


Michele Loureiro
Do Diário do Grande ABC

24/11/2009 | 07:00


Estudo do Ibope (Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística) mostra que 91% da população brasileira com alto poder aquisitivo buscam informações na internet antes de efetuar uma compra e 81% concordam que vale a pena pagar mais caro por produtos de qualidade.

A pesquisa ouviu 670 entrevistados das principais regiões metropolitanas do País - São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Fortaleza e Brasília - e revela o perfil do consumidor de classe alta.

"A população de alta renda no País equivale a cerca de 5% dos habitantes. Mas a pesquisa engloba 2,4 milhões de consumidores da chamada classe A, de 20 a 64 anos. O estudo revela que enquanto 6% da população nacional pretende adquirir um celular nos próximos 12 meses, entre a classe alta o índice é de 64%", revela Roberto Lobl, diretor de negócios do Ibope Media.

Segundo Lobl, a intenção de 50% dos ricos é adquirir um smartphone nos próximos 12 meses. "O mercado de telefonia tem muito trabalho pela frente, pois não falta público interessado nos produtos."

MARCA - Na hora de comprar, a maioria da população da elite (81%) concorda que vale a pena pagar mais por produtos de qualidade e a lealdade às marcas é evidenciada por 70% dos clientes de alto padrão. "O consumidor premium valoriza o luxo e a excelência dos produtos e marcas com que interage", destaca Juliana Sawaia, gerente de marketing do Ibope Mídia.

Outro ponto observado pela pesquisa é o uso de serviços bancários personalizados. A elite faz ampla utilização dos autosserviços financeiros: 63% dos homens entrevistados usam home banking, enquanto 56% das mulheres usufruem da ferramenta; 49% do público masculino utiliza o caixa eletrônico, contra 45% das mulheres; e o índice de acesso via internet pelo celular é de 6% para eles e 4% para elas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ibope: 91% da elite consulta web antes de comprar

Michele Loureiro
Do Diário do Grande ABC

24/11/2009 | 07:00


Estudo do Ibope (Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística) mostra que 91% da população brasileira com alto poder aquisitivo buscam informações na internet antes de efetuar uma compra e 81% concordam que vale a pena pagar mais caro por produtos de qualidade.

A pesquisa ouviu 670 entrevistados das principais regiões metropolitanas do País - São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Fortaleza e Brasília - e revela o perfil do consumidor de classe alta.

"A população de alta renda no País equivale a cerca de 5% dos habitantes. Mas a pesquisa engloba 2,4 milhões de consumidores da chamada classe A, de 20 a 64 anos. O estudo revela que enquanto 6% da população nacional pretende adquirir um celular nos próximos 12 meses, entre a classe alta o índice é de 64%", revela Roberto Lobl, diretor de negócios do Ibope Media.

Segundo Lobl, a intenção de 50% dos ricos é adquirir um smartphone nos próximos 12 meses. "O mercado de telefonia tem muito trabalho pela frente, pois não falta público interessado nos produtos."

MARCA - Na hora de comprar, a maioria da população da elite (81%) concorda que vale a pena pagar mais por produtos de qualidade e a lealdade às marcas é evidenciada por 70% dos clientes de alto padrão. "O consumidor premium valoriza o luxo e a excelência dos produtos e marcas com que interage", destaca Juliana Sawaia, gerente de marketing do Ibope Mídia.

Outro ponto observado pela pesquisa é o uso de serviços bancários personalizados. A elite faz ampla utilização dos autosserviços financeiros: 63% dos homens entrevistados usam home banking, enquanto 56% das mulheres usufruem da ferramenta; 49% do público masculino utiliza o caixa eletrônico, contra 45% das mulheres; e o índice de acesso via internet pelo celular é de 6% para eles e 4% para elas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;