Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Amarelo e branco protagonizam vitrines para o Ano-Novo

Ari Paleta/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Consumidores do Grande ABC optam pelas
cores para tentar atrair dinheiro e paz em 2015


Soraia Abreu Pedrozo
Do Diário do Grande ABC

28/12/2014 | 07:11


Mal o Natal saiu de cena, os corredores dos shoppings e comércios de rua do Grande ABC já estavam lotados de consumidores em busca da roupa ideal para dar as boas-vindas a 2015.

O fato de este ano ter sido marcado por uma crise na economia que deixou muita gente desempregada ou com receio de perder o trabalho, e ao mesmo tempo endividada, pelo fato de ter esbanjado em 2013 e ainda ter de arcar com os longos parcelamentos, fez com que os lojistas apostassem no amarelo e no branco em suas vitrines, a fim de atrair compradores que almejam que o ano seguinte traga mais dinheiro, mas sem se esquecer da paz.

“Hoje, até agora (ontem, por volta de 15h), vendi 35 bermudas amarelas”, conta o subgerente da Polo Wear Robinson Jorge. “Acho que o pessoal está querendo ganhar mais dinheiro em 2015.” Na loja, a vitrine tinha 45% das roupas amarelas, 30% brancas e 25% azuis – que transmite tranquilidade.

A funcionária pública Jéssica Borges, 34 anos, moradora de Ribeirão Pires, já havia decidido passar a virada do ano de amarelo e branco. “São cores que estão se usando muito. São alegres, típicas de verão. E é bom que já atrai um dinheirinho também.”

A auxiliar de dentista andreense Mayara Matricardi, 25, estava em busca de uma cor para complementar o visual de shorts branco, “Hoje (ontem) de manhã pesquisei na internet o significado das cores. Vou optar pelo amarelo ou verde (esperança).”

A subgerente da Miroa Adriana Moraes conta que o que mais está saindo na loja, cuja vitrine é protagonizada pelo amarelo e branco, são vestidos nessas cores ou a combinação delas em saias, shorts e blusas. “Metade das peças vendidas é amarela e, a outra metade, branca. Acho que o pessoal quer ganhar mais dinheiro no ano que vem.”

O percentual, de 50% para cada cor, é o mesmo da Program. “Devido à alta procura, decidimos colocar essas cores na vitrine”, conta a gerente Fabiana Vasconcelos.

BRANCO - Para muita gente, o branco é fundamental na hora de compor o visual do Réveillon. A outra cor, para a roupa não ficar monocromática, geralmente não importa. O que vale é ficar bonita e se sentir bem. Para a auxiliar administrativa Regina Onorato, 29, de São Paulo, a escolha das cores para atrair coisas boas é pura superstição. “Gosto de virar o ano com cores claras. Neste ano vou passar de branco e dourado.”

A recepcionista Rosa Lima, 27, de Santo André, partilha desse pensamento. “Eu adoro branco, por isso vou usá-la no Ano-Novo em um shorts. Mas ainda não escolhi a cor da blusa. Pode ser amarela ou vermelha, tanto faz. Preciso gostar da peça.”

Mãe e filha, Liana e Edilene Lima, 34 e 17, respectivamente, bancária e estudante de Santo André, também priorizam o branco, mas mesclam com outra cor, por exemplo, o verde. “Sempre compramos roupa nova para o Réveillon. É bom entrar o ano com peça nova”, afirma Liana.

OFERTA - Para desovar calcinhas, sutiãs e biquínis amarelos e brancos a Scala realiza promoção. Uma peça dá 10% de desconto, duas, 20% e, três, 30%. “São cores que vendem bem no Ano-Novo”, diz a gerente Luciene Souza. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Amarelo e branco protagonizam vitrines para o Ano-Novo

Consumidores do Grande ABC optam pelas
cores para tentar atrair dinheiro e paz em 2015

Soraia Abreu Pedrozo
Do Diário do Grande ABC

28/12/2014 | 07:11


Mal o Natal saiu de cena, os corredores dos shoppings e comércios de rua do Grande ABC já estavam lotados de consumidores em busca da roupa ideal para dar as boas-vindas a 2015.

O fato de este ano ter sido marcado por uma crise na economia que deixou muita gente desempregada ou com receio de perder o trabalho, e ao mesmo tempo endividada, pelo fato de ter esbanjado em 2013 e ainda ter de arcar com os longos parcelamentos, fez com que os lojistas apostassem no amarelo e no branco em suas vitrines, a fim de atrair compradores que almejam que o ano seguinte traga mais dinheiro, mas sem se esquecer da paz.

“Hoje, até agora (ontem, por volta de 15h), vendi 35 bermudas amarelas”, conta o subgerente da Polo Wear Robinson Jorge. “Acho que o pessoal está querendo ganhar mais dinheiro em 2015.” Na loja, a vitrine tinha 45% das roupas amarelas, 30% brancas e 25% azuis – que transmite tranquilidade.

A funcionária pública Jéssica Borges, 34 anos, moradora de Ribeirão Pires, já havia decidido passar a virada do ano de amarelo e branco. “São cores que estão se usando muito. São alegres, típicas de verão. E é bom que já atrai um dinheirinho também.”

A auxiliar de dentista andreense Mayara Matricardi, 25, estava em busca de uma cor para complementar o visual de shorts branco, “Hoje (ontem) de manhã pesquisei na internet o significado das cores. Vou optar pelo amarelo ou verde (esperança).”

A subgerente da Miroa Adriana Moraes conta que o que mais está saindo na loja, cuja vitrine é protagonizada pelo amarelo e branco, são vestidos nessas cores ou a combinação delas em saias, shorts e blusas. “Metade das peças vendidas é amarela e, a outra metade, branca. Acho que o pessoal quer ganhar mais dinheiro no ano que vem.”

O percentual, de 50% para cada cor, é o mesmo da Program. “Devido à alta procura, decidimos colocar essas cores na vitrine”, conta a gerente Fabiana Vasconcelos.

BRANCO - Para muita gente, o branco é fundamental na hora de compor o visual do Réveillon. A outra cor, para a roupa não ficar monocromática, geralmente não importa. O que vale é ficar bonita e se sentir bem. Para a auxiliar administrativa Regina Onorato, 29, de São Paulo, a escolha das cores para atrair coisas boas é pura superstição. “Gosto de virar o ano com cores claras. Neste ano vou passar de branco e dourado.”

A recepcionista Rosa Lima, 27, de Santo André, partilha desse pensamento. “Eu adoro branco, por isso vou usá-la no Ano-Novo em um shorts. Mas ainda não escolhi a cor da blusa. Pode ser amarela ou vermelha, tanto faz. Preciso gostar da peça.”

Mãe e filha, Liana e Edilene Lima, 34 e 17, respectivamente, bancária e estudante de Santo André, também priorizam o branco, mas mesclam com outra cor, por exemplo, o verde. “Sempre compramos roupa nova para o Réveillon. É bom entrar o ano com peça nova”, afirma Liana.

OFERTA - Para desovar calcinhas, sutiãs e biquínis amarelos e brancos a Scala realiza promoção. Uma peça dá 10% de desconto, duas, 20% e, três, 30%. “São cores que vendem bem no Ano-Novo”, diz a gerente Luciene Souza. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;