Fechar
Publicidade

Sábado, 6 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Potencial da região e Baixada Santista

O crescimento da economia brasileira deixou de ser notícia apenas para capitais como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte


Dgabc

24/03/2012 | 00:00


Artigo

O crescimento da economia brasileira deixou de ser notícia apenas para capitais como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. O interior paulista tem se destacado cada vez mais, a exemplo da região metropolitana de Campinas. O consolidado Grande ABC continua a mostrar o seu potencial graças à quantidade de indústrias instaladas de diversos segmentos, como bens de consumo, automotivo, transporte, logístico e petroquímico, bem como a Baixada Santista, impulsionada pelas descobertas do pré-sal e investimentos no setor, além do alto volume de importações.

O Grande ABC e Baixada Santista acompanham o desenvolvimento do País e têm feito a oferta por profissionais de média e alta gerências crescer substancialmente nos últimos meses. O grande desafio para as empresas localizadas em São Bernardo, Santo André, Mauá, Santos, Cubatão, entre outras, é como aproveitar o bom momento da economia brasileira e a tarefa passa por preencher tais oportunidades com profissionais qualificados e preparados para produzir o resultado esperado.

O fato é que as empresas da região têm de superar a barreira de profissionalização de suas estruturas, além da escassez de mão de obra qualificada e compor o quadro de colaboradores com profissionais de nível cada vez mais alto com proficiência em idiomas como inglês e espanhol, experiência sólida nos segmentos de atuação e foco em resultados, por exemplo. A barra de exigência nas contratações tende a subir ao mesmo tempo em que maior número de oportunidades será gerado.

A necessidade de contratação de profissionais qualificados ainda esbarra, no entanto, em conflitos culturais. Os talentos que habitam a região têm como hábito apostar no crescimento da carreira apenas na cidade de São Paulo e deixam de desfrutar de ótimas oportunidades próximas, geograficamente. Para quem reside no Grande ABC e Baixada Santista há a chance de oportunidades próximas de suas casas, sem necessidade de locomoção diária e garantindo qualidade de vida, demanda cada vez mais forte na sociedade. Para os profissionais da Capital paulista é hora de quebrar paradigmas: as empresas da região possibilitam à mão de obra especializada o desenvolvimento profissional, desafios e até mais autonomia, por se tratar de mercado em crescimento. Além disso, as recentes obras viárias facilitaram o acesso à região.

Marta Chiavegatti é especialista em recrutamento da Robert Hal.


Palavra do leitor

Alerta ao eleitor
Todas as ciências evoluíram, menos a política, pois hoje se governa como há 500 anos. Por isso, eleitor, não se deixe levar por promessas que, pouco analisadas, podem facilmente ser reconhecidas como difíceis ou mesmo impossíveis de serem cumpridas, apenas favorecem o intento de se alcançar a vitória. Assista a propagandas políticas pela TV e analise quantas conversas com palavras vazias com intuito apenas de conseguir seu voto. Lembre-se também de que todo poder emana do povo, portanto, faça valer esse poder através de seu voto, valorize-o, não se humilhe deixando que vá beneficiar alguém que na verdade não o merece, ou que dele vá fazer uso indevido.
Américo Del Corto
Ribeirão Pires

Papelzinho
Paulistanos sabem a diferença entre assinar um ‘papelzinho' e a importância de ter competente gestor. Por esse motivo que José Serra, ao deixar a prefeitura, foi eleito governador!
Tania Tavares
Capital

Travessia Segura
Como cidadão, empreendedor, contribuinte, morador e leitor deste Diário, tenho acompanhado as propostas, ações e descasos do poder público ante a falta de políticas públicas que assegurem a travessia segura do pedestre nas faixas. O Diário tem dado destaque em suas reportagens pertinentes, e no Editorial cuida do assunto com toda a responsabilidade cívica e jornalística (dia 20). O Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, no seu todo, e as sete prefeituras em particular, têm feito mais propaganda do que ações práticas a respeito. As campanhas públicas de educação para a travessia segura no trânsito são pífias e a aplicação de multas é adiada, justamente no dia em que o Corpo de Bombeiros anuncia: cresceu em 33% em um ano o número de atropelamentos nas vias do Grande ABC. E em Diadema, cujo prefeito é o mandatário de turno e returno do Consórcio, parece valer o dito popular: ‘faz o que eu digo, mas não faz o que eu faço'. No Centro de Diadema, num ponto de maior travessia de pedestres da cidade, simplesmente não há semáforo para indicar a travessia segura. É no cruzamento da Avenida Alda com a Praça Castelo Branco, Avenida Antônio Piranga com Rua Manoel Amaral Júnior. Será necessária a morte de alguém nesse ponto do trânsito para que se tomem as devidas providências? Mãos á obra, pessoal!
Filipe dos Anjos
Diadema

Grande Chico! - 1
Compositor, redator, escritor, comentarista esportivo e um dos mais completos humoristas do Brasil, Chico Anysio se despede aos 80 anos desta terra tupiniquim, que tanto amou e defendeu. Literalmente professor e não só o Raimundo, seus mais variados personagens encantaram o País. Seu legado é imenso! Um deles de ter sido fiel e generoso com seus colegas de profissão, e outro por nunca ter se esquivado das questões nacionais! Grande cidadão! Se certamente vamos continuar nos deliciando com as reprises vivas de seu humor, assim também pedimos que Deus lhe reserve confortável lugar no céu.
Paulo Panossian
São Carlos (SP)

Grande Chico! - 2
Adeus ao grande humorista que passou suas mensagens irônicas, divertidas e até críticas ao comportamento do povo brasileiro, principalmente quando se referia aos políticos usando de maneira toda sua, especial e sempre representada por seus quadros imaginários, que representavam muito bem o pensamento do povo no cotidiano irresponsável da maioria dos políticos. O Brasil perde seu maior humorista e com certeza o grande cidadão de Maranguape, Ceará. Brasileiro que deixará muita saudade. É pena ter partido agora, quando o Brasil apresenta quadro político incrível, que certamente lhe renderia muito tempo para ironizar os reizinhos corruptos que assolam o Brasil. Chico Anysio, esteja certo que os brasileiros entristecidos lhe desejam paz e descanso eterno.
Benone Augusto de Paiva
Capital



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Potencial da região e Baixada Santista

O crescimento da economia brasileira deixou de ser notícia apenas para capitais como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte

Dgabc

24/03/2012 | 00:00


Artigo

O crescimento da economia brasileira deixou de ser notícia apenas para capitais como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. O interior paulista tem se destacado cada vez mais, a exemplo da região metropolitana de Campinas. O consolidado Grande ABC continua a mostrar o seu potencial graças à quantidade de indústrias instaladas de diversos segmentos, como bens de consumo, automotivo, transporte, logístico e petroquímico, bem como a Baixada Santista, impulsionada pelas descobertas do pré-sal e investimentos no setor, além do alto volume de importações.

O Grande ABC e Baixada Santista acompanham o desenvolvimento do País e têm feito a oferta por profissionais de média e alta gerências crescer substancialmente nos últimos meses. O grande desafio para as empresas localizadas em São Bernardo, Santo André, Mauá, Santos, Cubatão, entre outras, é como aproveitar o bom momento da economia brasileira e a tarefa passa por preencher tais oportunidades com profissionais qualificados e preparados para produzir o resultado esperado.

O fato é que as empresas da região têm de superar a barreira de profissionalização de suas estruturas, além da escassez de mão de obra qualificada e compor o quadro de colaboradores com profissionais de nível cada vez mais alto com proficiência em idiomas como inglês e espanhol, experiência sólida nos segmentos de atuação e foco em resultados, por exemplo. A barra de exigência nas contratações tende a subir ao mesmo tempo em que maior número de oportunidades será gerado.

A necessidade de contratação de profissionais qualificados ainda esbarra, no entanto, em conflitos culturais. Os talentos que habitam a região têm como hábito apostar no crescimento da carreira apenas na cidade de São Paulo e deixam de desfrutar de ótimas oportunidades próximas, geograficamente. Para quem reside no Grande ABC e Baixada Santista há a chance de oportunidades próximas de suas casas, sem necessidade de locomoção diária e garantindo qualidade de vida, demanda cada vez mais forte na sociedade. Para os profissionais da Capital paulista é hora de quebrar paradigmas: as empresas da região possibilitam à mão de obra especializada o desenvolvimento profissional, desafios e até mais autonomia, por se tratar de mercado em crescimento. Além disso, as recentes obras viárias facilitaram o acesso à região.

Marta Chiavegatti é especialista em recrutamento da Robert Hal.


Palavra do leitor

Alerta ao eleitor
Todas as ciências evoluíram, menos a política, pois hoje se governa como há 500 anos. Por isso, eleitor, não se deixe levar por promessas que, pouco analisadas, podem facilmente ser reconhecidas como difíceis ou mesmo impossíveis de serem cumpridas, apenas favorecem o intento de se alcançar a vitória. Assista a propagandas políticas pela TV e analise quantas conversas com palavras vazias com intuito apenas de conseguir seu voto. Lembre-se também de que todo poder emana do povo, portanto, faça valer esse poder através de seu voto, valorize-o, não se humilhe deixando que vá beneficiar alguém que na verdade não o merece, ou que dele vá fazer uso indevido.
Américo Del Corto
Ribeirão Pires

Papelzinho
Paulistanos sabem a diferença entre assinar um ‘papelzinho' e a importância de ter competente gestor. Por esse motivo que José Serra, ao deixar a prefeitura, foi eleito governador!
Tania Tavares
Capital

Travessia Segura
Como cidadão, empreendedor, contribuinte, morador e leitor deste Diário, tenho acompanhado as propostas, ações e descasos do poder público ante a falta de políticas públicas que assegurem a travessia segura do pedestre nas faixas. O Diário tem dado destaque em suas reportagens pertinentes, e no Editorial cuida do assunto com toda a responsabilidade cívica e jornalística (dia 20). O Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, no seu todo, e as sete prefeituras em particular, têm feito mais propaganda do que ações práticas a respeito. As campanhas públicas de educação para a travessia segura no trânsito são pífias e a aplicação de multas é adiada, justamente no dia em que o Corpo de Bombeiros anuncia: cresceu em 33% em um ano o número de atropelamentos nas vias do Grande ABC. E em Diadema, cujo prefeito é o mandatário de turno e returno do Consórcio, parece valer o dito popular: ‘faz o que eu digo, mas não faz o que eu faço'. No Centro de Diadema, num ponto de maior travessia de pedestres da cidade, simplesmente não há semáforo para indicar a travessia segura. É no cruzamento da Avenida Alda com a Praça Castelo Branco, Avenida Antônio Piranga com Rua Manoel Amaral Júnior. Será necessária a morte de alguém nesse ponto do trânsito para que se tomem as devidas providências? Mãos á obra, pessoal!
Filipe dos Anjos
Diadema

Grande Chico! - 1
Compositor, redator, escritor, comentarista esportivo e um dos mais completos humoristas do Brasil, Chico Anysio se despede aos 80 anos desta terra tupiniquim, que tanto amou e defendeu. Literalmente professor e não só o Raimundo, seus mais variados personagens encantaram o País. Seu legado é imenso! Um deles de ter sido fiel e generoso com seus colegas de profissão, e outro por nunca ter se esquivado das questões nacionais! Grande cidadão! Se certamente vamos continuar nos deliciando com as reprises vivas de seu humor, assim também pedimos que Deus lhe reserve confortável lugar no céu.
Paulo Panossian
São Carlos (SP)

Grande Chico! - 2
Adeus ao grande humorista que passou suas mensagens irônicas, divertidas e até críticas ao comportamento do povo brasileiro, principalmente quando se referia aos políticos usando de maneira toda sua, especial e sempre representada por seus quadros imaginários, que representavam muito bem o pensamento do povo no cotidiano irresponsável da maioria dos políticos. O Brasil perde seu maior humorista e com certeza o grande cidadão de Maranguape, Ceará. Brasileiro que deixará muita saudade. É pena ter partido agora, quando o Brasil apresenta quadro político incrível, que certamente lhe renderia muito tempo para ironizar os reizinhos corruptos que assolam o Brasil. Chico Anysio, esteja certo que os brasileiros entristecidos lhe desejam paz e descanso eterno.
Benone Augusto de Paiva
Capital

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;