Fechar
Publicidade

Domingo, 19 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Região teve uma queda de energia por hora no primeiro trimestre

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

S.Bernardo lidera número de ocorrências, com
767 chamados entre janeiro e março deste ano


Matheus Angioleto
Especial para o Diário

03/07/2017 | 07:28


O Grande ABC registrou no primeiro trimestre deste ano uma queda de energia por hora. Ao todo foram 2.210 ocorrências relacionadas a problemas na rede elétrica entre janeiro e março. Em média, foram 24 notificações por dia nas sete cidades. As informações têm como base levantamento realizado pela própria AES Eletropaulo.
A situação deste ano é melhor, se comparado o volume de interrupções de fornecimento nos três primeiros meses do ano passado – foram 2.599 notificações, número 17,6% maior do que o registrado neste ano (veja quadro ao lado).

A cidade que lidera a estatística neste ano é São Bernardo, com 767 ocorrências no período, seguida por Santo André (557), Ribeirão Pires (246), Diadema (239), Mauá (192), São Caetano (144) e Rio Grande da Serra (65).
As principais causas dos desligamentos se devem às quedas de árvores e de galhos na rede elétrica, além de desligamentos programados para manutenção preventiva. No primeiro trimestre foi gasto quase R$ 1,5 milhão em intervenções (R$ 1.489.876,57) (veja relação abaixo).

O problema atinge constantemente a microempreendedora Rosana Cisi, 51 anos, moradora de São Bernardo. Ela reclama das constantes interrupções, independentemente se é período chuvoso. “Já ficamos sem energia por quatro horas. Quando teve Palmeiras e Corinthians, meu filho trouxe carne para churrasco (para acompanhar ao jogo) com amigos e a luz voltou depois de 40 minutos que (a partida) acabou. Essa foi marcante, pois os meninos ficaram muito irritados.”

“Tudo o que você precisa fazer naquele dia fica bem mais complicado, e depois os consertos sempre acabam demorando. Se tem (manutenção) preventiva, há noção do que pode vir a acontecer”, avalia o estudante de Fisioterapia e morador de São Caetano, Giulio Martinelli Costa, 19.

No caso da moradora de Santo André Erika Daykem Lourenço Costa, 20, logo depois de uma chuva à noite, a televisão da residência foi danificada. De oito meses para cá, o aparelho da TV a cabo teve de ser trocado quatro vezes devido às quedas de energia. “A televisão não estava funcionando. A gente mexeu atrás e, no fim das contas, tinha queimado a entrada HDMI e o aparelho dos canais”, detalha.

AUMENTO

Na semana passada, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) divulgou reajuste na tarifa de energia da AES Eletropaulo. Para residências, a média do acréscimo será de 5,37%. Os novos valores valem a partir de amanhã. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;