Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 20 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Rei do Baião ganha belo registro


Dojival Filho
Do Diário do Grande ABC

23/09/2007 | 07:10


Símbolo da cultura sertaneja, o cantor e compositor pernambucano Luiz Gonzaga (1912-1989) deixou um legado artístico que ultrapassa limites geográficos e de estilo. Uma amostra significativa da relevância do músico é o box Monumento Nordestino (SonyBMG, R$ 75 em média) – que reúne três CDs e um DVD.

O primeiro CD, Rei do Baião, faz referência ao título que acompanhou o Velho Lua em cerca de 40 anos de atividade profissional. No repertório, não faltam estandartes do gênero que ele ajudou a popularizar, com a ajuda dos compositores Humberto Teixeira e Zé Dantas.

A faixa de abertura é a clássica e auto-explicativa Baião, que anuncia a chegada do novo ritmo aos ouvintes das regiões Sudeste e Sul do País. Luiz Gonzaga conhecia a fundo a sabedoria popular, como fica demonstrado em Paraíba, Qui Nem Jiló, Baião de Dois e Vem Morena.

Xote - No segundo CD, Na Toada do Xote, os destaques ficam por conta das canções com temáticas comportamentais. Em Nordeste pra Frente, Luiz Gonzaga canta sobre “um matuto que usa gravata italiana”.

O antigo e o moderno se misturam em Respeita Januário. A canção narra um encontro entre o artista e seu pai, Januário, dono de uma sanfona de oito baixos, com menos recursos técnicos que o instrumento utilizado pelo filho.

O álbum traz ainda dois hinos do Nordeste: Asa Branca e Assum Preto. O terceiro CD, Lua do Brasil, atesta a versatilidade do ídolo, e inclui a marchinha carnavalesca Pau-de-Sebo e o samba Tenho Onde Morar.

DVD - Outro quitute do box é o DVD Danado de Bom, que contém um programa de TV em homenagem ao cantor produzido pela TV Globo, em 1984. Participaram da atração artistas como Elba Ramalho, Fagner e Gonzaguinha, filho do Rei do Baião.

Nos extras, Luiz Gonzaga relembra passagens da juventude, durante uma visita a Exu, sua cidade natal.

Há imagens de arquivo preciosas como as da sua participação no programa Xaxado & Aprendizado, exibido pela TV Tupi em 1953.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Rei do Baião ganha belo registro

Dojival Filho
Do Diário do Grande ABC

23/09/2007 | 07:10


Símbolo da cultura sertaneja, o cantor e compositor pernambucano Luiz Gonzaga (1912-1989) deixou um legado artístico que ultrapassa limites geográficos e de estilo. Uma amostra significativa da relevância do músico é o box Monumento Nordestino (SonyBMG, R$ 75 em média) – que reúne três CDs e um DVD.

O primeiro CD, Rei do Baião, faz referência ao título que acompanhou o Velho Lua em cerca de 40 anos de atividade profissional. No repertório, não faltam estandartes do gênero que ele ajudou a popularizar, com a ajuda dos compositores Humberto Teixeira e Zé Dantas.

A faixa de abertura é a clássica e auto-explicativa Baião, que anuncia a chegada do novo ritmo aos ouvintes das regiões Sudeste e Sul do País. Luiz Gonzaga conhecia a fundo a sabedoria popular, como fica demonstrado em Paraíba, Qui Nem Jiló, Baião de Dois e Vem Morena.

Xote - No segundo CD, Na Toada do Xote, os destaques ficam por conta das canções com temáticas comportamentais. Em Nordeste pra Frente, Luiz Gonzaga canta sobre “um matuto que usa gravata italiana”.

O antigo e o moderno se misturam em Respeita Januário. A canção narra um encontro entre o artista e seu pai, Januário, dono de uma sanfona de oito baixos, com menos recursos técnicos que o instrumento utilizado pelo filho.

O álbum traz ainda dois hinos do Nordeste: Asa Branca e Assum Preto. O terceiro CD, Lua do Brasil, atesta a versatilidade do ídolo, e inclui a marchinha carnavalesca Pau-de-Sebo e o samba Tenho Onde Morar.

DVD - Outro quitute do box é o DVD Danado de Bom, que contém um programa de TV em homenagem ao cantor produzido pela TV Globo, em 1984. Participaram da atração artistas como Elba Ramalho, Fagner e Gonzaguinha, filho do Rei do Baião.

Nos extras, Luiz Gonzaga relembra passagens da juventude, durante uma visita a Exu, sua cidade natal.

Há imagens de arquivo preciosas como as da sua participação no programa Xaxado & Aprendizado, exibido pela TV Tupi em 1953.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;