Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Lula diz que há 'choque de bons nomes' para ministérios


Do Diário OnLine

29/11/2002 | 00:12


O porta-voz do PT, André Singer, justificou a demora do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em escolher seu ministérios pela grande quantidade de candidatos capacitados. O jornalista frisou ainda que Lula não está sofrendo pressões na montagem do governo e negou que os parlamentares do PT estejam descontentes com uma suposta exclusão no processo. Lula se reuniu nesta quinta-feira, em Brasília, com a bancada do partido no Congresso.

Por meio do porta-voz, Lula reafirmou que não vai antecipar nomes e divulgará toda a equipe "sem pressa, a seu tempo". Singer precisou que o presidente eleito aguarda os relatórios da transição para concluir a montagem dos ministérios. "Existe um choque de bons nomes, e isso é bom", afirmou o porta-voz. Mais uma vez, Lula comparou a composição do governo à escalação da Seleção Brasileira, pois há dificuldades em escolher apenas um quando há "vários jogadores qualificados para a mesma vaga".

O jornalista disse que Lula fez questão de destacar que não há qualquer tipo de pressão no processo de montagem do governo. Singer citou que, "ao contrário do que vem publicando a imprensa", o presidente não sofreu queixas da bancada do PT sobre a discussão. "O presidente disse que tem podido trabalhar com muita tranqüilidade e não tem sofrido pressão. Exatamente como ele planejava."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Lula diz que há 'choque de bons nomes' para ministérios

Do Diário OnLine

29/11/2002 | 00:12


O porta-voz do PT, André Singer, justificou a demora do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em escolher seu ministérios pela grande quantidade de candidatos capacitados. O jornalista frisou ainda que Lula não está sofrendo pressões na montagem do governo e negou que os parlamentares do PT estejam descontentes com uma suposta exclusão no processo. Lula se reuniu nesta quinta-feira, em Brasília, com a bancada do partido no Congresso.

Por meio do porta-voz, Lula reafirmou que não vai antecipar nomes e divulgará toda a equipe "sem pressa, a seu tempo". Singer precisou que o presidente eleito aguarda os relatórios da transição para concluir a montagem dos ministérios. "Existe um choque de bons nomes, e isso é bom", afirmou o porta-voz. Mais uma vez, Lula comparou a composição do governo à escalação da Seleção Brasileira, pois há dificuldades em escolher apenas um quando há "vários jogadores qualificados para a mesma vaga".

O jornalista disse que Lula fez questão de destacar que não há qualquer tipo de pressão no processo de montagem do governo. Singer citou que, "ao contrário do que vem publicando a imprensa", o presidente não sofreu queixas da bancada do PT sobre a discussão. "O presidente disse que tem podido trabalhar com muita tranqüilidade e não tem sofrido pressão. Exatamente como ele planejava."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;