Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 1 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Secretária de Saúde faz críticas ao Estado


Vanessa Farjado
Do Diário do Grande ABC

07/03/2009 | 07:00


Embora tome posse oficialmente só no dia 1º de abril, a nova secretária de Saúde de Diadema, Aparecida Linhares Pimenta, disse na sexta-feira que o investimento do governo do Estado para a Saúde no Grande ABC é "limitado." Ela foi apresentada à imprensa pelo prefeito Mário Reali (PT), em seu gabinete, ao lado do titular da Pasta, Osvaldo Misso, que diz deixar a secretaria por vontade própria.

Formada pela Faculdade de Medicina da Fundação ABC, a médica sanitarista, Cidinha, como é conhecida, é filiada ao PT desde 1986. Passou por administrações em Santos, Bauru e Amparo. Em Diadema, pretende trabalhar na integração dos programas da rede pública e brigar por mais repasses estaduais. "É preciso que haja um trabalho integrado de secretários e prefeitos para que o Estado assuma o papel de sua competência."

Para o prefeito Reali, a oferta dos hospitais estaduais Mário Covas, em Santo André, e Serraria, em Diadema, é insuficiente para a região. "Somos solidários ao Oswaldo (Dias, prefeito de Mauá) porque o Estado não tem dado conta do atendimento secundário e especializado, e sabemos que a população cobra isso do prefeito", diz ao se referir ao caos instaurado no Hospital Doutor Radamés Nardini, em Mauá.

A Secretaria de Estado da Saúde informou que a região está assistida por dois hospitais e todos os projetos encaminhados são analisados.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Secretária de Saúde faz críticas ao Estado

Vanessa Farjado
Do Diário do Grande ABC

07/03/2009 | 07:00


Embora tome posse oficialmente só no dia 1º de abril, a nova secretária de Saúde de Diadema, Aparecida Linhares Pimenta, disse na sexta-feira que o investimento do governo do Estado para a Saúde no Grande ABC é "limitado." Ela foi apresentada à imprensa pelo prefeito Mário Reali (PT), em seu gabinete, ao lado do titular da Pasta, Osvaldo Misso, que diz deixar a secretaria por vontade própria.

Formada pela Faculdade de Medicina da Fundação ABC, a médica sanitarista, Cidinha, como é conhecida, é filiada ao PT desde 1986. Passou por administrações em Santos, Bauru e Amparo. Em Diadema, pretende trabalhar na integração dos programas da rede pública e brigar por mais repasses estaduais. "É preciso que haja um trabalho integrado de secretários e prefeitos para que o Estado assuma o papel de sua competência."

Para o prefeito Reali, a oferta dos hospitais estaduais Mário Covas, em Santo André, e Serraria, em Diadema, é insuficiente para a região. "Somos solidários ao Oswaldo (Dias, prefeito de Mauá) porque o Estado não tem dado conta do atendimento secundário e especializado, e sabemos que a população cobra isso do prefeito", diz ao se referir ao caos instaurado no Hospital Doutor Radamés Nardini, em Mauá.

A Secretaria de Estado da Saúde informou que a região está assistida por dois hospitais e todos os projetos encaminhados são analisados.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;