Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 30 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Diadema nega readequação do quadro da UBS Conceição

Prefeitura nega que médica do Programa Saúde da Família será afastada


Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

27/02/2013 | 07:00


Em resposta aos moradores do entorno da UBS (Unidade Básica de Saúde) Conceição, que temem a perda de uma das cinco médicas que compõem a equipe do Programa Saúde da Família, a Prefeitura de Diadema informou que não está prevista readequação do quadro de profissionais da unidade. Está agendado para hoje retorno por parte da administração municipal acerca das demandas apresentadas em reunião realizada na segunda-feira entre comunidade, profissionais e representantes da Secretaria de Saúde.

De acordo com a administração, a pauta de reivindicações das médicas da UBS Conceição foi protocolada junto aos representantes do Executivo e encaminhada para discussão com o secretário de Saúde, José Augusto da Silva Ramos, e o prefeito Lauro Michels (PV), ontem.

A UBS Conceição é referência para mais de 20 mil pessoas dos bairros Vila Socialista e Conceição e conta, atualmente, com cinco equipes do Programa Saúde da Família. Além de médicos, o grupo é formado por enfermeiro, cinco agentes comunitários, dois técnicos de enfermagem e um funcionário administrativo da unidade de Saúde.

Até o momento, não há definição oficial sobre mudança no número de equipes que compõem a UBS, bem como na quantidade de profissionais lotados no equipamento municipal. Foi informado ainda que nenhum funcionário do local será exonerado.

A administração reforçou que o diálogo com o funcionalismo é uma prática que vem sendo adotada por essa gestão nas visitas aos equipamentos públicos municipais de Diadema. A Prefeitura disse estar à disposição para dialogar tanto com o funcionalismo quanto com a população que se sentir prejudicada.

Hoje o município conta com 20 UBS e 96 equipes do Programa Saúde da Família, que realizam cobertura de 100% do território.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diadema nega readequação do quadro da UBS Conceição

Prefeitura nega que médica do Programa Saúde da Família será afastada

Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

27/02/2013 | 07:00


Em resposta aos moradores do entorno da UBS (Unidade Básica de Saúde) Conceição, que temem a perda de uma das cinco médicas que compõem a equipe do Programa Saúde da Família, a Prefeitura de Diadema informou que não está prevista readequação do quadro de profissionais da unidade. Está agendado para hoje retorno por parte da administração municipal acerca das demandas apresentadas em reunião realizada na segunda-feira entre comunidade, profissionais e representantes da Secretaria de Saúde.

De acordo com a administração, a pauta de reivindicações das médicas da UBS Conceição foi protocolada junto aos representantes do Executivo e encaminhada para discussão com o secretário de Saúde, José Augusto da Silva Ramos, e o prefeito Lauro Michels (PV), ontem.

A UBS Conceição é referência para mais de 20 mil pessoas dos bairros Vila Socialista e Conceição e conta, atualmente, com cinco equipes do Programa Saúde da Família. Além de médicos, o grupo é formado por enfermeiro, cinco agentes comunitários, dois técnicos de enfermagem e um funcionário administrativo da unidade de Saúde.

Até o momento, não há definição oficial sobre mudança no número de equipes que compõem a UBS, bem como na quantidade de profissionais lotados no equipamento municipal. Foi informado ainda que nenhum funcionário do local será exonerado.

A administração reforçou que o diálogo com o funcionalismo é uma prática que vem sendo adotada por essa gestão nas visitas aos equipamentos públicos municipais de Diadema. A Prefeitura disse estar à disposição para dialogar tanto com o funcionalismo quanto com a população que se sentir prejudicada.

Hoje o município conta com 20 UBS e 96 equipes do Programa Saúde da Família, que realizam cobertura de 100% do território.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;