Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 25 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Parceria pode salvar Estrada Velha

Prefeitura e governo do Estado estudam convênio para fomentar turismo


Rogério Santos
Do Diário do Grande ABC

20/02/2013 | 06:53


 

O prefeito Luiz Marinho (PT) e o governador Geraldo Alckmin (PSDB) estudam realizar parceria para ampliar a visitação da Estrada Velha de Santos, também conhecida como Caminho do Mar, localizada às margens da Represa Billings. Ainda não há definição de valores para o projeto.

Alckmin e Marinho discutiram o assunto durante visita do petista ao governador na segunda-feira. "Vamos pensar um convênio de visitação, talvez fazer gestão compartilhada", disse o petista.

Atualmente, as visitas ao local são monitoradas pela Emae (Empresa Metropolitana de Águas e Energia) e podem ser agendadas por qualquer munícipe.

Alckmin avaliou que pode ser realizado trabalho conjunto entre o governo do Estado e as prefeituras de São Bernardo e Cubatão, que fazem divisa na extensão da estrada, que tem oito quilômetros. "Desse modo, podemos ter mais público no local", disse o tucano.

Segundo o governador, pode ser desenvolvido um programa para fomentar o Turismo e a Cultura. "Ali temos a Mata Atlântica com uma vista belíssima e atrações como a Casa de Pedra."

A parceria entre o Estado e a Prefeitura para aumentar as visitas ao local pode resolver o imbróglio que envolve a chamada Rota do Peixe, que vive uma fase de decadência. Dos 30 restaurantes estabelecidos no local há dez anos, restam três.

A Prefeitura entrou na Justiça pedindo a reintegração de posse dos terrenos, que pertencem à Emae, onde ficam os restaurantes. O motivo do pedido é que o local fica situado numa APP (Área de Proteção Permanente).

 

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Parceria pode salvar Estrada Velha

Prefeitura e governo do Estado estudam convênio para fomentar turismo

Rogério Santos
Do Diário do Grande ABC

20/02/2013 | 06:53


 

O prefeito Luiz Marinho (PT) e o governador Geraldo Alckmin (PSDB) estudam realizar parceria para ampliar a visitação da Estrada Velha de Santos, também conhecida como Caminho do Mar, localizada às margens da Represa Billings. Ainda não há definição de valores para o projeto.

Alckmin e Marinho discutiram o assunto durante visita do petista ao governador na segunda-feira. "Vamos pensar um convênio de visitação, talvez fazer gestão compartilhada", disse o petista.

Atualmente, as visitas ao local são monitoradas pela Emae (Empresa Metropolitana de Águas e Energia) e podem ser agendadas por qualquer munícipe.

Alckmin avaliou que pode ser realizado trabalho conjunto entre o governo do Estado e as prefeituras de São Bernardo e Cubatão, que fazem divisa na extensão da estrada, que tem oito quilômetros. "Desse modo, podemos ter mais público no local", disse o tucano.

Segundo o governador, pode ser desenvolvido um programa para fomentar o Turismo e a Cultura. "Ali temos a Mata Atlântica com uma vista belíssima e atrações como a Casa de Pedra."

A parceria entre o Estado e a Prefeitura para aumentar as visitas ao local pode resolver o imbróglio que envolve a chamada Rota do Peixe, que vive uma fase de decadência. Dos 30 restaurantes estabelecidos no local há dez anos, restam três.

A Prefeitura entrou na Justiça pedindo a reintegração de posse dos terrenos, que pertencem à Emae, onde ficam os restaurantes. O motivo do pedido é que o local fica situado numa APP (Área de Proteção Permanente).

 

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;