Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 5 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Sem vilões, Timão pega Brasiliense


Raphael Ramos
Do Diário do Grande ABC

14/06/2008 | 07:00


No Corinthians é sempre assim: após cada derrota marcante são escolhidos os vilões, que passam a carregar o peso da responsabilidade pelo fracasso da equipe. Depois dos 2 a 0 diante do Sport na final da Copa do Brasil, o goleiro Felipe, que falhou no segundo gol, e o lateral Wellington Saci, expulso logo após entrar em campo, foram afastados do time e não enfrentam o Brasiliense neste sábado, às 16h10, no estádio do Pacaembu, pela sexta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

O temor da diretoria é que a derrota para o Sport abale a trajetória do clube rumo à Série A do Nacional. Até agora, o Timão tem passeado na Segunda Divisão. Em cinco jogos, foram cinco vitórias com 13 gols marcados e quatro sofridos. E para que a situação não mude, o presidente Andrés Sanchez fez um apelo à Fiel em comunicado divulgado ontem no site do clube.

"Esta mesma torcida, que jamais abandonará o time, a partir de amanhã (hoje) voltará a mostrar todo seu amor, lotando o Pacaembu e exigindo de todos nós: não pára, não pára, não pára!", diz trecho do texto.

O dirigente também pede cautela - ontem, um dos muros do Parque São Jorge amanheceu pichado, com críticas ao goleiro Felipe. "Nesta hora difícil, é preciso serenidade, reflexão. Não podemos deixar que a emoção nos impeça de agir com a racionalidade necessária", disse Sanchez.

Com a derrota na Copa do Brasil, havia no clube também o temor de perder Mano Menezes, indicado por Luiz Felipe Scolari (recém-contratado pelo Chelsea) para assumir a seleção de Portugal após a Eurocopa.

O treinador agradeceu o apoio de Felipão, mas garantiu que permanece no Parque São Jorge. "Não existe nada sobre isso. Tenho contrato com o Corinthians e procuro cumprir todos os meus compromissos. Só estou pensando na Série B e em trabalhar junto com os jogadores para levar o Corinthians de volta à Primeira Divisão", disse Mano.

Chateado, goleiro admite deixar o Parque São Jorge

O jogo diante do Sport pode ter sido o último de Felipe pelo Corinthians. O goleiro admitiu que o seu ciclo no clube pode estar chegando ao fim. "Posso sair, claro que posso", admitiu. "Fiquei muito chateado ao saber, pelo papel, que não jogaria. E quem não ficaria?".

Dois empresários do goleiro estão na Europa. Um na Turquia e outro na Áustria. Eles, no entanto, podem se dirigir para a Rússia, para ouvir uma proposta do CSKA Moscou por Felipe - clubes espanhóis também já manifestaram interesse no jogador.

Já o meia Diogo Rincón foi submetido ontem a uma artroscopia no joelho direito e desfalcará o Corinthians por tempo intederminado. (Com Agências)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;