Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 26 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Paço tem autorização para permuta da UBS Vila Guiomar

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Espaço será cedido em troca de novo local, onde ser reconstruída outro equipamento pela iniciativa privada


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

24/09/2020 | 20:43


A Prefeitura de Santo André, chefiada por Paulo Serra (PSDB), obteve aval hoje da Câmara para encaminhar processo de permuta de áreas e que envolve a reconstrução da UBS (Unidade Básica de Saúde) Vila Guiomar. Em segunda e definitiva votação no Legislativo, foram 14 crivos favoráveis ao projeto, exatamente dois terços necessários para aprovação, e seis contrários, computados pela bancada do PT, acrescido de Sargento Lobo (Patriota). A apreciação ocorreu em sessão virtual. Com o resultado, o texto vai para sanção do tucano, antes de selar o acerto no cartório de registros.

O projeto engloba a desafetação da área pública, situada na Rua das Silveiras, com 3.250 metros quadrados. Segundo o Paço, trata-se de imóvel antigo e obsoleto - a restauração estimada custaria cerca de R$ 1,5 milhão. O espaço do particular, por outro lado, fica na Rua das Monções, e possui 968 metros quadrados. O valor da diferença, calculado em R$ 3,81 milhões, ficará sob responsabilidade da iniciativa privada, transformado em contrapartidas, como erguer o novo equipamento de saúde no endereço cedido, além de prestar serviços de revitalização de praça no entorno e reforma de antigo prédio da Defesa Civil.

Paulo Serra rebateu, nas redes sociais, algumas polêmicas disseminadas em relação ao texto. Entre elas, que a troca seria feita por terreno vazio e que o equipamento seria fechado – de acordo com o governo tucano, o atual apenas fecha as portas quando a nova unidade, a cerca de 350 metros de distância, estiver erguida, conforme especificações da Secretaria de Manutenção e Serviços Urbanos, no valor de R$ 2,61 milhões, com dois pavimentos, elevador e acessibilidade, dentro do prazo de seis meses a partir da assinatura da escritura, mantendo-se as especialidades hoje atendidas.

“A nova unidade será construída a poucos metros da atual, com todos os requisitos do novo padrão de qualidade que implantamos em outras 22 unidades de saúde, a custo zero para a cidade. A região ganhará nova unidade sem gastar um centavo de dinheiro público. Os politiqueiros e esquerdistas de plantão são contra a melhoria e preferem gastar (quase) R$ 2 milhões em um prédio antigo e sem acessibilidade”, pontuou o tucano. Sobre o projeto passar pelo conselho municipal de saúde, ele sustentou que a proposta será apresentada ao comitê “tão logo for autorizada pela Câmara”.

A aprovação permite a permuta com os empresários Daniel Contro e Márcia Contro, ligados ao colégio particular Liceu Jardim. O projeto gerou polêmica nos bastidores, com manifestações políticas adversas ao conteúdo, o que provocou adiamentos em sequência, principalmente a partir do parecer negativo do setor jurídico da Câmara. Advogado, o vereador Fábio Lopes (Cidadania) protocolou, inclusive, nova análise técnica para incorporar à peça.

Movimento denominado SOS UBS Vila Guiomar, apoiado por lideranças de oposição, sinalizou que irá acionar o Ministério Público, apontando ilegalidade e inconstitucionalidade da matéria. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Paço tem autorização para permuta da UBS Vila Guiomar

Espaço será cedido em troca de novo local, onde ser reconstruída outro equipamento pela iniciativa privada

Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

24/09/2020 | 20:43


A Prefeitura de Santo André, chefiada por Paulo Serra (PSDB), obteve aval hoje da Câmara para encaminhar processo de permuta de áreas e que envolve a reconstrução da UBS (Unidade Básica de Saúde) Vila Guiomar. Em segunda e definitiva votação no Legislativo, foram 14 crivos favoráveis ao projeto, exatamente dois terços necessários para aprovação, e seis contrários, computados pela bancada do PT, acrescido de Sargento Lobo (Patriota). A apreciação ocorreu em sessão virtual. Com o resultado, o texto vai para sanção do tucano, antes de selar o acerto no cartório de registros.

O projeto engloba a desafetação da área pública, situada na Rua das Silveiras, com 3.250 metros quadrados. Segundo o Paço, trata-se de imóvel antigo e obsoleto - a restauração estimada custaria cerca de R$ 1,5 milhão. O espaço do particular, por outro lado, fica na Rua das Monções, e possui 968 metros quadrados. O valor da diferença, calculado em R$ 3,81 milhões, ficará sob responsabilidade da iniciativa privada, transformado em contrapartidas, como erguer o novo equipamento de saúde no endereço cedido, além de prestar serviços de revitalização de praça no entorno e reforma de antigo prédio da Defesa Civil.

Paulo Serra rebateu, nas redes sociais, algumas polêmicas disseminadas em relação ao texto. Entre elas, que a troca seria feita por terreno vazio e que o equipamento seria fechado – de acordo com o governo tucano, o atual apenas fecha as portas quando a nova unidade, a cerca de 350 metros de distância, estiver erguida, conforme especificações da Secretaria de Manutenção e Serviços Urbanos, no valor de R$ 2,61 milhões, com dois pavimentos, elevador e acessibilidade, dentro do prazo de seis meses a partir da assinatura da escritura, mantendo-se as especialidades hoje atendidas.

“A nova unidade será construída a poucos metros da atual, com todos os requisitos do novo padrão de qualidade que implantamos em outras 22 unidades de saúde, a custo zero para a cidade. A região ganhará nova unidade sem gastar um centavo de dinheiro público. Os politiqueiros e esquerdistas de plantão são contra a melhoria e preferem gastar (quase) R$ 2 milhões em um prédio antigo e sem acessibilidade”, pontuou o tucano. Sobre o projeto passar pelo conselho municipal de saúde, ele sustentou que a proposta será apresentada ao comitê “tão logo for autorizada pela Câmara”.

A aprovação permite a permuta com os empresários Daniel Contro e Márcia Contro, ligados ao colégio particular Liceu Jardim. O projeto gerou polêmica nos bastidores, com manifestações políticas adversas ao conteúdo, o que provocou adiamentos em sequência, principalmente a partir do parecer negativo do setor jurídico da Câmara. Advogado, o vereador Fábio Lopes (Cidadania) protocolou, inclusive, nova análise técnica para incorporar à peça.

Movimento denominado SOS UBS Vila Guiomar, apoiado por lideranças de oposição, sinalizou que irá acionar o Ministério Público, apontando ilegalidade e inconstitucionalidade da matéria. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;