Fechar
Publicidade

Sábado, 8 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Negociações dos EUA com a China serão retomadas em duas semanas, diz Mnuchin



24/09/2019 | 03:41


O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, afirmou que a próxima rodada de negociações comerciais com a China ocorrerá em duas semanas. Mnuchin disse que houve progresso nas reuniões entre representantes na semana passada, e que deve ocorrer um encontro com o vice-premiê chinês, Liu He, no início de outubro.

Em entrevista à emissora Fox Business na noite de segunda-feira, o secretário informou que a decisão de cancelar visitas de uma delegação chinesa a comunidades agrícolas nos EUA, que ocorreriam na semana passada, foi do governo americano, que julgou o momento inadequado e disse que "não queria confusões" sobre as conversas entre os dois países.

No entanto, ele reafirmou que os asiáticos já começaram a comprar produtos agrícolas americanos, como acordado entre os presidentes Donald Trump e Xi Jinping. Mais cedo, Trump declarou que "aprecia muito" as aquisições por parte da China, mas que gostaria que eles comprassem mais produção agrícola.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Negociações dos EUA com a China serão retomadas em duas semanas, diz Mnuchin


24/09/2019 | 03:41


O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, afirmou que a próxima rodada de negociações comerciais com a China ocorrerá em duas semanas. Mnuchin disse que houve progresso nas reuniões entre representantes na semana passada, e que deve ocorrer um encontro com o vice-premiê chinês, Liu He, no início de outubro.

Em entrevista à emissora Fox Business na noite de segunda-feira, o secretário informou que a decisão de cancelar visitas de uma delegação chinesa a comunidades agrícolas nos EUA, que ocorreriam na semana passada, foi do governo americano, que julgou o momento inadequado e disse que "não queria confusões" sobre as conversas entre os dois países.

No entanto, ele reafirmou que os asiáticos já começaram a comprar produtos agrícolas americanos, como acordado entre os presidentes Donald Trump e Xi Jinping. Mais cedo, Trump declarou que "aprecia muito" as aquisições por parte da China, mas que gostaria que eles comprassem mais produção agrícola.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;