Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 11 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Juiz dá prazo de 30 dias para governo reunir famílias e crianças nos EUA



27/06/2018 | 03:24


Um juiz do Estado norte-americano da Califórnia deu como prazo 30 dias para que as autoridades da fronteira dos Estados Unidos promovam a reunião das famílias separadas por tentarem entrar de forma ilegal no país. A decisão é mais um revés contra o governo de Donald Trump, que tem sido bastante criticado internacionalmente após relatos de que centenas de crianças foram separadas de seus pais por autoridades.

De acordo com a decisão, se a criança for menor de cinco anos, ela deve retornar aos braços dos pais em até 14 dias, contando a partir desta terça-feira, 26, data em que a ordem foi assinada pelo juiz distrital Dana Sabraw, em San Diego.

Mais de 2 mil crianças foram separadas de seus parentes nas últimas semanas e alojadas em abrigos - alguns deles a milhares de quilômetros de distância de seus pais.

Depois de forte pressão internacional, na semana passada, Donald Trump assinou uma ordem executiva para conter a separação das famílias e disse que elas seriam detidas juntas. O processo de reencontro, entretanto, tem sido tumultuado e demorado.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Juiz dá prazo de 30 dias para governo reunir famílias e crianças nos EUA


27/06/2018 | 03:24


Um juiz do Estado norte-americano da Califórnia deu como prazo 30 dias para que as autoridades da fronteira dos Estados Unidos promovam a reunião das famílias separadas por tentarem entrar de forma ilegal no país. A decisão é mais um revés contra o governo de Donald Trump, que tem sido bastante criticado internacionalmente após relatos de que centenas de crianças foram separadas de seus pais por autoridades.

De acordo com a decisão, se a criança for menor de cinco anos, ela deve retornar aos braços dos pais em até 14 dias, contando a partir desta terça-feira, 26, data em que a ordem foi assinada pelo juiz distrital Dana Sabraw, em San Diego.

Mais de 2 mil crianças foram separadas de seus parentes nas últimas semanas e alojadas em abrigos - alguns deles a milhares de quilômetros de distância de seus pais.

Depois de forte pressão internacional, na semana passada, Donald Trump assinou uma ordem executiva para conter a separação das famílias e disse que elas seriam detidas juntas. O processo de reencontro, entretanto, tem sido tumultuado e demorado.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;