Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 10 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Netanyahu pede para que Alemanha ajude a conter ambições nucleares do Irã

MARKUS SCHREIBER/ASSOCIATED PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


04/06/2018 | 15:06


O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, pediu nesta segunda-feira a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, que ajude a conter as ambições nucleares e regionais do Irã depois que os EUA romperam com seus aliados europeus ao se retirar do acordo nuclear de 2015.

"O Irã pede por nossa destruição, mas também está buscando armas nucleares para realizar seu projeto genocida", disse Netanyahu em uma coletiva de imprensa conjunta com Merkel, em Berlim.

Netanyahu disse que Israel compartilhou com a Alemanha informações sobre o programa nuclear iraniano que, segundo ele, foram recuperadas do que ele chamou de "um arquivo iraniano secreto".

"É importante impedir que o Irã obtenha uma arma nuclear", disse ele. "A pressão econômica das sanções quebra esse caixa eletrônico que alimenta o regime iraniano".

Falando depois de Netanyahu, Merkel disse que "defendemos o direito de Israel à segurança e dissemos isso ao Irã com grande clareza e firmeza".

"Estamos unidos na meta para o Irã nunca obter uma arma nuclear, mas temos diferenças de opinião sobre como conseguir isso", completou Merkel.

O primeiro-ministro israelense vai a Paris na terça-feira para se encontrar com o presidente francês, Emmanuel Macron, e na quarta-feira ele se encontrará com a primeira-ministra britânica, Theresa May, em Londres. Antes de partir para uma viagem de três dias pela Europa, Netanyahu disse: "Vou levantar duas questões lá: Irã e Irã". Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Netanyahu pede para que Alemanha ajude a conter ambições nucleares do Irã


04/06/2018 | 15:06


O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, pediu nesta segunda-feira a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, que ajude a conter as ambições nucleares e regionais do Irã depois que os EUA romperam com seus aliados europeus ao se retirar do acordo nuclear de 2015.

"O Irã pede por nossa destruição, mas também está buscando armas nucleares para realizar seu projeto genocida", disse Netanyahu em uma coletiva de imprensa conjunta com Merkel, em Berlim.

Netanyahu disse que Israel compartilhou com a Alemanha informações sobre o programa nuclear iraniano que, segundo ele, foram recuperadas do que ele chamou de "um arquivo iraniano secreto".

"É importante impedir que o Irã obtenha uma arma nuclear", disse ele. "A pressão econômica das sanções quebra esse caixa eletrônico que alimenta o regime iraniano".

Falando depois de Netanyahu, Merkel disse que "defendemos o direito de Israel à segurança e dissemos isso ao Irã com grande clareza e firmeza".

"Estamos unidos na meta para o Irã nunca obter uma arma nuclear, mas temos diferenças de opinião sobre como conseguir isso", completou Merkel.

O primeiro-ministro israelense vai a Paris na terça-feira para se encontrar com o presidente francês, Emmanuel Macron, e na quarta-feira ele se encontrará com a primeira-ministra britânica, Theresa May, em Londres. Antes de partir para uma viagem de três dias pela Europa, Netanyahu disse: "Vou levantar duas questões lá: Irã e Irã". Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;