Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 24 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Tanto governo quanto sociedade perdem com saída de Parente, diz Firjan



01/06/2018 | 16:39


A Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) lamentou, em nota, a demissão de Pedro Parente da presidência da Petrobras. Segundo o presidente da Firjan, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, tanto o governo quanto a sociedade perdem com a saída do executivo da estatal. Gouvêa Vieira ressaltou que atitudes impopulares tomadas por Parente tinham como objetivo a recuperação da companhia.

Leia a íntegra da nota do presidente da Firjan:

"Pedro Parente encarou um enorme desafio ao assumir a Petrobras depois da maior crise ética e econômica da história da estatal. Íntegro, correto e competente, elevou o valor de mercado da companhia em mais de R$ 200 bilhões.

Foi o responsável por colocar as contas em dia e, com pulso firme, foi obrigado a tomar atitudes muitas vezes impopulares, mas sempre tendo como objetivo a recuperação da Petrobras.

Com um trabalho de comprometimento e entrega trouxe esperança para o mercado de petróleo e gás, especialmente por conta dos novos leilões, um incentivo à indústria e para a atração de novos investimentos.

Espero que o próximo gestor tenha integridade e comprometimento para dar continuidade à retomada de recuperação da Petrobras, para o bem da estatal, da indústria e pelo crescimento do País."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Tanto governo quanto sociedade perdem com saída de Parente, diz Firjan


01/06/2018 | 16:39


A Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) lamentou, em nota, a demissão de Pedro Parente da presidência da Petrobras. Segundo o presidente da Firjan, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, tanto o governo quanto a sociedade perdem com a saída do executivo da estatal. Gouvêa Vieira ressaltou que atitudes impopulares tomadas por Parente tinham como objetivo a recuperação da companhia.

Leia a íntegra da nota do presidente da Firjan:

"Pedro Parente encarou um enorme desafio ao assumir a Petrobras depois da maior crise ética e econômica da história da estatal. Íntegro, correto e competente, elevou o valor de mercado da companhia em mais de R$ 200 bilhões.

Foi o responsável por colocar as contas em dia e, com pulso firme, foi obrigado a tomar atitudes muitas vezes impopulares, mas sempre tendo como objetivo a recuperação da Petrobras.

Com um trabalho de comprometimento e entrega trouxe esperança para o mercado de petróleo e gás, especialmente por conta dos novos leilões, um incentivo à indústria e para a atração de novos investimentos.

Espero que o próximo gestor tenha integridade e comprometimento para dar continuidade à retomada de recuperação da Petrobras, para o bem da estatal, da indústria e pelo crescimento do País."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;