Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Baby pode ficar fora do Pré-Olímpico e deixar a NBA


Kátia Kazedani
Do Diário do Grande ABC

15/08/2007 | 07:23


O pivô Rafael Araújo, o Baby, está fora do Pré-Olímpico de Basquete Masculino que acontece em Las Vegas, entre os dias 22 deste mês e 2 de setembro, de acordo com o jornal norte-americano Salt Lake Tribune. Além disso, o atleta da NBA, desde 2004, pode jogar na Europa, já que sua equipe, Utah Jazz, contratou o ucraniano Kyrylo Fesenko, que atua na mesma posição.

Como o pivô está sem contrato com nenhuma franquia da NBA, a CBB (Confederação Brasileira de Basquete) não pode fazer o seguro dele contra lesões e conseguir a liberação para o Pré-Olímpico. Assim, a posição de pivô da seleção fica enfraquecida, pois Anderson Varejão encontra-se na mesma situação: negocia a renovação com o Cleveland Cavaliers.

O prazo para fechar a lista de participantes se encerra na próxima terça-feira. Segundo o Salt Lake Tribune, o agente de Baby diz que há possibilidades dele atuar na Europa. “Ele não é contrário a isso, honestamente”, afirmou Jim McDowell.

NBA - Desde 2004 atuando na liga norte-americana, o jogador Baby não teve muitas oportunidades no Toronto Raptors e no Utah Jazz. No total, ficou em quadra o equivalente a 33 jogos completos. (Com Agências)


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Baby pode ficar fora do Pré-Olímpico e deixar a NBA

Kátia Kazedani
Do Diário do Grande ABC

15/08/2007 | 07:23


O pivô Rafael Araújo, o Baby, está fora do Pré-Olímpico de Basquete Masculino que acontece em Las Vegas, entre os dias 22 deste mês e 2 de setembro, de acordo com o jornal norte-americano Salt Lake Tribune. Além disso, o atleta da NBA, desde 2004, pode jogar na Europa, já que sua equipe, Utah Jazz, contratou o ucraniano Kyrylo Fesenko, que atua na mesma posição.

Como o pivô está sem contrato com nenhuma franquia da NBA, a CBB (Confederação Brasileira de Basquete) não pode fazer o seguro dele contra lesões e conseguir a liberação para o Pré-Olímpico. Assim, a posição de pivô da seleção fica enfraquecida, pois Anderson Varejão encontra-se na mesma situação: negocia a renovação com o Cleveland Cavaliers.

O prazo para fechar a lista de participantes se encerra na próxima terça-feira. Segundo o Salt Lake Tribune, o agente de Baby diz que há possibilidades dele atuar na Europa. “Ele não é contrário a isso, honestamente”, afirmou Jim McDowell.

NBA - Desde 2004 atuando na liga norte-americana, o jogador Baby não teve muitas oportunidades no Toronto Raptors e no Utah Jazz. No total, ficou em quadra o equivalente a 33 jogos completos. (Com Agências)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;