Fechar
Publicidade

Sábado, 31 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Pinacoteca Municipal apresenta as exposições no sábado

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Do Diário OnLine

18/10/2017 | 12:48


A Fundação Pró-Memória de São Caetano, por meio da Pinacoteca Municipal, apresenta duas novas exposições ao público, a partir deste sábado, às 10h, e contará com apresentação do Grupo de Maracatu Cia. Porto de Luanda.

O espaço está localizado na Avenida Dr. Augusto de Toledo, n° 255, no Bairro Santa Paula, e a exposição ficará em cartaz até 26 de janeiro de 2018. A visitação é livre, gratuita, e pode ser feita de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, e aos sábados, das 9h às 13h. Mais informações pelo telefone 4223-4780.

EXPOSIÇÕES

Realizada em parceria com o Museu de Arte Popular de Diadema, ‘Poéticas do Cotidiano’ tem curadoria de Nair Duarte e Fabiana Cavalcante e conta com 53 obras extremamente ricas e autênticas, oferecendo cenas comuns, manifestações populares, injustiças, reivindicações sociais, que compõem uma poética única, pictórica, com pureza nos traços, cores e formas.

“Muitas vezes, quando nos referimos ao termo cotidiano pensamos naquilo que é banal e nos esquecemos de que nossa rotina, muitas vezes, é repleta de práticas culturais, que contribuem para um processo de pertencimento a determinado grupo social, criando nossa identidade e individualidade. Ainda assim, não podemos chamá-la de ingênua, porque traz consigo, além de uma grande sagacidade técnica, uma fervorosa crítica social, um caráter de resistência e de reafirmação de raízes, ritos e tradições. São artistas que se expressam de modo espontâneo, retratando a vida com liberdade estética e livre de convenções.” explicaram Nair e Fabiana.

Já a mostra The Water That Crosses the Oceans (A água que atravessa os oceanos) e celebra os 30 anos da ABA (Associação Brasileira de Aquarela e da Arte sobre Papel) e os dois anos da IWS (International Watercolor Society – Brazil), comemorados em 2017.

Tendo como curadora Lilian Arbex, diretora cultural da ABA e presidente da IWS, a exposição conta com 80 aquarelas de artistas do Brasil, Itália, Índia e Emirados Árabes Unidos. Os trabalhos representam um intercâmbio de cultura e excelência da técnica da aquarela, que é, entre outras, uma relação transparência e espontaneidade, assim como devem ser as interações humanas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pinacoteca Municipal apresenta as exposições no sábado

Do Diário OnLine

18/10/2017 | 12:48


A Fundação Pró-Memória de São Caetano, por meio da Pinacoteca Municipal, apresenta duas novas exposições ao público, a partir deste sábado, às 10h, e contará com apresentação do Grupo de Maracatu Cia. Porto de Luanda.

O espaço está localizado na Avenida Dr. Augusto de Toledo, n° 255, no Bairro Santa Paula, e a exposição ficará em cartaz até 26 de janeiro de 2018. A visitação é livre, gratuita, e pode ser feita de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, e aos sábados, das 9h às 13h. Mais informações pelo telefone 4223-4780.

EXPOSIÇÕES

Realizada em parceria com o Museu de Arte Popular de Diadema, ‘Poéticas do Cotidiano’ tem curadoria de Nair Duarte e Fabiana Cavalcante e conta com 53 obras extremamente ricas e autênticas, oferecendo cenas comuns, manifestações populares, injustiças, reivindicações sociais, que compõem uma poética única, pictórica, com pureza nos traços, cores e formas.

“Muitas vezes, quando nos referimos ao termo cotidiano pensamos naquilo que é banal e nos esquecemos de que nossa rotina, muitas vezes, é repleta de práticas culturais, que contribuem para um processo de pertencimento a determinado grupo social, criando nossa identidade e individualidade. Ainda assim, não podemos chamá-la de ingênua, porque traz consigo, além de uma grande sagacidade técnica, uma fervorosa crítica social, um caráter de resistência e de reafirmação de raízes, ritos e tradições. São artistas que se expressam de modo espontâneo, retratando a vida com liberdade estética e livre de convenções.” explicaram Nair e Fabiana.

Já a mostra The Water That Crosses the Oceans (A água que atravessa os oceanos) e celebra os 30 anos da ABA (Associação Brasileira de Aquarela e da Arte sobre Papel) e os dois anos da IWS (International Watercolor Society – Brazil), comemorados em 2017.

Tendo como curadora Lilian Arbex, diretora cultural da ABA e presidente da IWS, a exposição conta com 80 aquarelas de artistas do Brasil, Itália, Índia e Emirados Árabes Unidos. Os trabalhos representam um intercâmbio de cultura e excelência da técnica da aquarela, que é, entre outras, uma relação transparência e espontaneidade, assim como devem ser as interações humanas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;