Fechar
Publicidade

Domingo, 19 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Regra do jogo para a eleição de 2018


Raphael Rocha
do Diário do Grande ABC

13/06/2017 | 07:00


Começa a ganhar força na Câmara dos Deputados o modelo distrital no pleito do ano que vem. Esse sistema aponta que o eleito será aquele que tiver mais votos, sem contas de quociente eleitoral. Seriam vencedores, então, os 94 nomes mais votados à Assembleia Legislativa e os 70 deputados federais paulistas com maior número de adesões. Caso haja mudança nesta regra do jogo, muitos nomes do Grande ABC alterariam a rota política para o futuro. Até porque a maioria dos políticos da região com aspirações eleitorais tentaria êxito pela primeira vez – o pleito do ano passado contemplou série de deputados às prefeituras.

Recomendação

O Ministério Público eleitoral recomendou a cassação do diploma do prefeito de Ribeirão Pires, Adler Kiko Teixeira (PSB), em ação proposta pelo ex-vice-prefeito Edinaldo de Menezes, o Dedé (PPS). O processo, no TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo), apura se Kiko tinha condições jurídicas de se candidatar ao Paço de Ribeirão em 2016. O socialista foi condenado por contas rejeitadas na Câmara de Rio Grande da Serra, mas havia revertido a punição no STF (Supremo Tribunal Federal) à época do pleito.

Críticas

Vereadores de Rio Grande da Serra levaram ao prefeito Gabriel Maranhão (PSDB) lista de reclamações sobre a postura da secretária de Obras, Sandra Malvese. Técnica com atuação no Consórcio Intermunicipal, Sandra tem tido dificuldades no traquejo político com a Casa e isso tem gerado forte descontentamento com a base governista no Legislativo.

Cobrança

Tem prefeito do Grande ABC cobrando participação mais efetiva de seus comissionados em atividades de governo. As críticas, públicas, causaram rebuliço. Uns concordam que funcionários comissionados precisam, de fato, entrar de corpo e alma na gestão. Outros, por sua vez, acreditam que extrapola a função ter de acompanhar as ações da administração.

Novo comando e velha rixa

O PTB de São Caetano continuará nas mãos do ex-vereador Jorge Salgado, que foi candidato a vice na eleição do ano passado. Salgado será reconduzido à presidência da legenda e terá de lidar com uma decisão da cúpula estadual do partido. O PTB paulista decidiu assumir a ação que pede a cassação do prefeito José Auricchio Júnior (PSDB) por problemas na prestação de contas de sua campanha. Autor original da ação, o PMDB optou por retirar o processo – que segue em trâmite, uma vez que o Ministério Público analisa o caso.

Caneca – 1

Ontem, o presidente da Câmara de Santo André, Almir Cicote (PSB), entregou canecas aos gabinetes dos vereadores com objetivo de reduzir o consumo de copo plástico no Legislativo. Porém, teve parlamentar reclamando da postura do socialista. Um dos mais críticos foi Professor Jobert Minhoca (PSDB), que condenou o que chamou de “ação individualista” do socialista.

Caneca – 2

Minhoca gravou vídeo se dizendo favorável à medida de redução do uso de copos plásticos. “Mas a luta tem de ser coletiva, nunca individual”. “Essa doação parece ser campanha antecipada, não sei se cabe a órgãos maiores investigar”, adicionou o tucano. “Sugiro que faça um penico também. Vou devolver minhas canecas e mandar fazer para meu gabinete.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;