Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Comunidades indígenas têm internet com banda larga


Do Diário OnLine

30/03/2007 | 15:46


Pelo menos 150 comunidades indígenas de 13 Estados brasileiros vão ter acesso a banda larga. A inclusão digital apenas foi possível depois do acordo de cooperação assinado pelos ministros das Comunicações, Hélio Costa, e do Meio Ambiente, Marina Silva, na última quinta-feira.

Os povos dos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Bahia, Rondônia e Sergipe também começarão a receber pelos sinais de satélite educação ambiental e um cardápio de outros serviços públicos on-line.

Várias dessas comunidades vivem isoladas, já que os locais não têm infra-estrutura. Para ministra Marina Silva, a internet vai cooperar com a integração entre os povos, além de melhorar a vigilância dos crimes contra o meio ambiente.

Já o ministro Hélio Costa ressalta que o fornecimento do sinal de satélite apenas foi possível porque teve a reestruturação da forma de utilização do serviço, criado para beneficiar locais sem nenhuma outra forma de comunicação por internet.

Condição - O ministério do Meio Ambiente lembra que para criar um telecentro, as comunidades precisam ter CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas). Dos 150 povos beneficiados pelo acordo, somente um terço já tem cadastro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Comunidades indígenas têm internet com banda larga

Do Diário OnLine

30/03/2007 | 15:46


Pelo menos 150 comunidades indígenas de 13 Estados brasileiros vão ter acesso a banda larga. A inclusão digital apenas foi possível depois do acordo de cooperação assinado pelos ministros das Comunicações, Hélio Costa, e do Meio Ambiente, Marina Silva, na última quinta-feira.

Os povos dos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Bahia, Rondônia e Sergipe também começarão a receber pelos sinais de satélite educação ambiental e um cardápio de outros serviços públicos on-line.

Várias dessas comunidades vivem isoladas, já que os locais não têm infra-estrutura. Para ministra Marina Silva, a internet vai cooperar com a integração entre os povos, além de melhorar a vigilância dos crimes contra o meio ambiente.

Já o ministro Hélio Costa ressalta que o fornecimento do sinal de satélite apenas foi possível porque teve a reestruturação da forma de utilização do serviço, criado para beneficiar locais sem nenhuma outra forma de comunicação por internet.

Condição - O ministério do Meio Ambiente lembra que para criar um telecentro, as comunidades precisam ter CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas). Dos 150 povos beneficiados pelo acordo, somente um terço já tem cadastro.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;